Vale (VALE3): BB reforça recomendação de compra com novo preço-alvo

Vale (VALE3): BB reforça recomendação de compra com novo preço-alvo
Foto: Divulgação/Vale (VALE3)

O BB investimentos reforçou sua recomendação de compra para a Vale (VALE3), com um novo preço alvo de R$ 125 para o ano que vem.

Em relatório, o BB Investimentos explica que revisou seu modelo financeiro para incorporar as novas estimativas da Vale, assim como os resultados recentes e novas premissas para o setor de mineração.

Na última semana, ocorreu o “Analyst & Investor Tour”, evento anual da mineradora, em que a companhia apresentou suas estratégias em se preparar para transformação da indústria siderúrgica frente à tendência de descarbonização das cadeias produtivas. A Vale também apresentou seu plano de retomada atualizado, para atingir a capacidade de produção de 400 Mtpa.

Segundo o relatório, o grande destaque do evento foi a divulgação do briquete verde, desenvolvido pela Vale ao longo dos últimos 20 anos. O briquete verde, de acordo com o documento, “é um material de composição flexível em termos de teor de ferro, com potencial para substituir pelotas, sinterização e granulados”, além de ter um menor custo de produção.

“Em nossa visão, o anúncio foi bastante positivo, mostrando que, além da busca pela retomada da liderança global em volumes, a empresa deu um passo concreto em direção a se posicionar na liderança do mercado de minério de ferro de baixo carbono, para aumentar sua competitividade e assegurar a perenidade dos negócios frente à transformação da siderurgia e das cadeias produtivas no futuro”, avalia o banco sobre o novo produto da Vale.

A Vale informou ainda no evento que está construindo uma planta em Vargem Grande, Minas Gerais, para intensificar o uso da tecnologia de concentração a seco, que não demanda o uso de água no processo de produção, nem de barragens para disposição de rejeitos.

“Além das vantagens ambientais, por reduzir o uso de água e aumentar a segurança das operações, o método possibilita a produção de produtos de alto teor de ferro, também contribuindo para a descarbonização da indústria siderúrgica”, observa o banco.

A planta que está sendo construída deve começar a operar em 2023, com capacidade de 1,5 Mtpa e investimento estimado de US$ 125 milhões a 150 Milhões.

Retomada de capacidade produtiva

A Vale reiterou também sua estimativa de produção de minério de ferro para este ano, que está entre 315 e 335 Mt, e também reforçou sua previsão de capacidade instalada. Mas a mineradora alterou o cronograma de retomada para os próximos anos.

O relatório destaca que a projeção anterior era retomar o patamar de 400 Mtpa (capacidade de produção anterior ao acidente de Brumadinho) no final de 2022 — só que a nova expectativa é de 370 Mtpa em 2022, para alcançar 400 Mtpa no ano seguinte. A Vale afirmou que a revisão do cronograma aconteceu para refletir atrasos em obtenção de licenciamentos.

“Apesar de reconhecermos que a empresa continua apresentado evoluções importantes no caminho de retomada do nível de suas operações, seguimos atentos ao avanço do cronograma. A retomada das 400 Mtpa é bastante aguardada pelo mercado pois, além de trazer a liderança mundial de volta para a Vale, exercerá impacto direto na oferta global de minério de ferro, influenciando a dinâmica do setor e, consequentemente, nos preços da commodity no médio prazo”, afirma o BB.

Dividendos da Vale

O banco comentou sobre os proventos da Vale, e vê que a mineradora continua se consolidando entre as maiores empresas pagadoras de dividendos da Bolsa de Valores de São Paulo (B3). Em 2021, a mineradora desembolsou US$ 6,2 bilhões em proventos.

Ainda nesse mês, a empresa deve anunciar o pagamento de, no mínimo, US$ 5,3 bilhões, referente ao primeiro semestre desse ano. O relatório enfatiza que, somados, os valores representam cerca de US$ 2,28 por ação, e equivalem a um yield de cerca de 12,7%.

Até o mês passado, a Vale desembolsou US$ 4 bilhões para recompra de ações. “Acreditamos que, com a queda recente das cotações, a empresa poderá realizar novos programas de recompra após a conclusão do programa atual”, avalia o BB.

Cotação da Vale

A Vale (VALE3) encerrou o preção de hoje em queda de 0,71%, valendo R$ 94,09. No ano, o papel da mineradora acumula uma alta de 7,59%, frente ao fechamento a R$ 87,45 ao final de dezembro de 2020.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Manual 10 passos essenciais para se tornar um investidor de sucesso. Baixe Grátis!

Baixar agora!