Usiminas (USIM5) reverte prejuízo e tem lucro de R$ 975 milhões no 4T23

A Usiminas (USIM5) anotou um lucro líquido de R$ 975 milhões no acumulado do quarto trimestre de 2023 (4T23), revertendo o prejuízo líquido de R$ 166 milhões registrado no terceiro trimestre as perdas de R$ 839 milhões reportadas no 4T22.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

resultado da Usiminas voltando ao positivo foi decorrente da maior recuperabilidade de prejuízos fiscais no valor de R$ 495 milhões, além dos efeitos pontuais em custos e despesas operacionais, detalhados na unidade de siderurgia.

Já o lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado da Usiminas no 4T23 foi positivo em R$ 625 milhões, ante Ebitda ajustado positivo de R$ 579 milhões no 4T22.

margem Ebitda ajustada, por sua vez, ficou em 9% no trimestre, mostrando uma alta de 2,0 pontos percentuais (p.p.) ante igual período de 2022.

lucro bruto da Usiminas foi de R$ 145 milhões, representando uma baixa de 81% na comparação com igual etapa do ano anterior, quando registrou um lucro bruto de R$ 773,1 milhões. A margem bruta, por sua vez, foi de 2,1%, representando uma queda de 8,0 pontos percentuais no ano.

receita líquida da Usiminas foi de R$ 6,781 bilhões no trimestre, representando baixa de 11% na base anual.

Em termos de produção, a companhia apresentou uma queda de 1% na base anual, para 2,303 milhões de toneladas, e um recuo de 4% na comparação com o terceiro trimestre, quando a produção registrada foi de 2,410 milhões de toneladas.

resultado financeiro da Usiminas foi positivo em R$ 65,2 milhões, ante resultado negativo de R$ 97,8 milhões no terceiro trimestre, “com o registro de ganhos cambiais líquidos de R$ 112 milhões, ante perdas líquidas de R$132 milhões registrados no trimestre anterior”.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Dívida e alavancagem da Usiminas

As despesas gerais e administrativas da empresa foram de R$ 180 milhões, representando alta de 8,6% em relação ao trimestre anterior, principalmente com maiores despesas na unidade de siderurgia.

dívida líquida da Usiminas fechou o trimestre em R$ 89 milhões negativos.

Assim, o patamar de alavancagem da Usiminas é de -0,05x, considerando a razão entre a dívida líquida e o Ebitda ajustado.

Ainda em fato relevante, a Usiminas destacou que espera estabilidade no volume de vendas de aço e na receita líquida por tonelada na unidade de siderurgia, em relação ao 4T23.

Projeções para 2024

Em relação aos investimentos para 2024, a Usiminas prevê de R$ 1,7 a R$ 1,9 bilhão em investimentos totais (CAPEX).

“As projeções divulgadas neste documento são meras previsões, não constituem promessa de
desempenho e apenas refletem as expectativas atuais da administração em relação ao futuro
da Usiminas. Tais projeções dependem de fatores e condições de mercado que escapam do
controle da Companhia, podendo, assim, diferir em relação aos números e resultados a serem
efetivamente registrados pela Companhia no ano de 2024″, complementou.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Dividendos.png

Desempenho das ações de Usiminas

No fechamento de quinta-feira (8), as ações de Usiminas terminaram em alta de 0,75%, a R$ 9,40, segundo o Status Invest.

Cotação USIM5

Gráfico gerado em: 09/02/2024
1 Dia

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião