Telefônica (VIVT4) tem alta de 20,9% no lucro líquido no 2T21

Telefônica (VIVT4) tem alta de 20,9% no lucro líquido no 2T21
Telefonica. Foto: Reprodução Facebook

A Telefônica Brasil (VIVT4) divulgou nesta terça-feira (27) seus resultados no segundo trimestre desse ano. A controladora da Vivo viu seu lucro líquido crescer 20,9% em comparação com o mesmo período do ano passado, para R$ 1,345 bilhão.

No primeiro semestre, o lucro líquido da Telefônica somou R$ 2,287 bilhões, o que representa uma alta de 0,9% em comparação com o lucro apurado no segundo trimestre de 2020.

Entre abril e junho desse ano, a receita operacional líquida da companhia somou R$ 10,649 bilhões, o que equivale a um salto de 3,2% na comparação ano a ano. Já no semestre, houve um avanço de 1,7%, para R$ 21,498 bilhões na mesma base comparativa.

O documento mostra que a receita líquida móvel subiu 5,6% no ano, para R$ 6,990 bilhões.

Por sua vez, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Telefônica finalizou o trimestre em R$ 4,226 bilhões, crescendo 3% ante o segundo trimestre do ano passado. Já no primeiro semestre, o indicador avançou 1,7%, para R$ 8,681 bilhões.

Além disso, a base de clientes da companhia somou 97 milhões de acessos ao final do trimestre, com 5 milhões de acessos a mais em relação ao final de junho de 2020.

O total de acessos móveis atingiu 80,965 milhões ao final de junho, o que equivale a um aumento de 6,557 milhões de acessos nos últimos 12 meses, “devido ao forte desempenho tanto no segmento pós-pago como no pré-pago”, explica o documento.

Os acessos pós-pagos somaram 47,093 milhões em junho, sendo 3,976 milhões maior do que um ano antes. No pré-pago, a base de clientes atingiu 33,872 milhões de acessos ao final do trimestre, mostrando um avanço de 2,871 milhões de acessos no ano.

Cotação da Telefônica

De acordo com o documento, as ações da Telefônica (VIVT3) encerraram o segundo trimestre com uma desvalorização de 5% em relação ao preço de fechamento de março desse ano.

Ao mesmo tempo, as ADRs (VIV) terminaram o mês de junho com uma valorização de 8%, influenciada pela apreciação do real em relação ao dólar.

Já ao final do pregão de hoje, o ação da Telefônica mostrava uma queda de 0,29%, valendo R$ 40,79, antes da divulgação dos resultados.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!