Semana do Fiagro

Telefônica Brasil (VIVT3) pagará R$ 153 milhões em JCP

Telefônica Brasil (VIVT3) pagará R$ 153 milhões em JCP
Telefônica Brasil Vivo. Foto: Reprodução Facebook

O Conselho de Administração da Telefônica Brasil (VIVT3) aprovou nesta quarta-feira (16) a distribuição de remuneração aos acionistas sob forma de Juros sobre Capital Próprio (JCP). O montante bruto da distribuição é de R$ 180 milhões. Porém, com retenção de imposto de renda na fonte, na alíquota de 15%, o valor cai para R$ 153 milhões.

O valor unitário do JCP da Telefônica é de R$ 0,10739500713 bruto. Com a incidência do imposto de renda, o valor passa para R$ 0,09128575606 por ação ordinária.

Serão considerados aptos para receber os proventos da Telefônica os acionistas detentores de papéis da companhia até o final do pregão do dia 25 de fevereiro. A partir do pregão seguinte, as ações serão negociadas sem conceder direito de recebimento.

A Telefônica ainda não definiu data exata para a realização do pagamento, dizendo apenas que deve ocorrer até o dia 31 de julho de 2023.

Veja quem mais anunciou proventos nesta semana

Além da Telefônica, o Banco do Brasil (BBAS3) aprovou na última segunda-feira (14) a distribuição de R$ 2,3 bilhões a título de remuneração aos acionistas sob a forma de dividendos e JCP, relativos ao quarto trimestre de 2021.

Deste montante, os dividendos do Banco do Brasil correspondem a R$ 1,015 bilhão, Enquanto os JCP representam R$ 1,29 bilhão. O valor unitário dos dividendos será de R$ 0,35 por ação ordinária e o do JCP, de R$ 0,45, conforme divulgado pelo banco.

Além do BB, a holding Itaúsa (ITSA4) anunciou, no mesmo dia, o pagamento de JCP, que será feito em duas emissões diferentes.

Uma delas, no valor de R$ 0,15472 por ação, só será realizada para os acionistas detentores de papéis da companhia até o final do pregão do dia 23 de novembro de 2021. Terá retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,131512 por ação.

O outro JCP teve data de corte o pregão de segunda. O valor bruto é de R$ 0,13334 por ação. Como também haverá retenção de imposto, o valor líquido passa para R$ 0,113339 por ação.

Última cotação da Telefônica Brasil

As ações da Telefônica Brasil encerraram o pregão de hoje em alta de 0,59%, cotadas a R$ 49,29. Apenas neste início de ano, os papéis da companhia valorizaram 3,10%.

Bruno Galvão

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO