Taurus (TASA4) avança mais uma etapa na licitação de fuzis para o Exército das Filipinas

Taurus (TASA4) avança mais uma etapa na licitação de fuzis para o Exército das Filipinas
Taurus (TASA4) avança mais uma etapa na licitação de fuzis para o Exército das Filipinas

O fuzil T4 da Taurus (TASA3; TASA4) recebeu nesta segunda-feira (7) aprovação nos testes de qualificação de resistência, avançando mais uma etapa diante da licitação internacional de 12.412 fuzis calibre 5.56 para o Exército das Filipinas.

A aprovação ocorreu após o fuzil da Taurus ser o vencedor da primeira fase dessa licitação internacional em novembro deste ano.

A decisão final deverá ocorrer ainda em 2020, com previsão de entrega de todo o lote durante o primeiro semestre de 2021.

O fuzil Taurus T4 é baseado na plataforma M4/M16, amplamente empregada pelas Forças Armadas em todo o mundo e principalmente pelos países membros da OTAN.

Taurus: Fábrica receberá R$ 110 milhões para ampliar produção

A Taurus comunicou ao mercado na última quarta-feira (2) que sua fábrica localizada no Município de São Leopoldo (RS) vai receber investimentos de R$ 110 milhões para expansão. Deste montante, R$ 25 milhões serão aportados pela própria empresa, e R$ 85 milhões pelos seus fornecedores.

A companhia também irá ampliar a sua capacidade produtiva de 6 mil armas produzidas por dia para 9 mil. Além disso, a fabricante irá se tornar um hub de distribuição para as suas unidades nos Estados Unidos e futura unidade na Índia.

Segundo o fato relevante, em janeiro de 2021 a Taurus iniciará a primeira etapa de seu plano de expansão industrial em São Leopoldo, com a construção de 12 mil m². De acordo com o documento, o objetivo é aproximar fornecedores estratégicos, reduzindo custos de produção e otimizando seu processo industrial.

Essa expansão contará com investimentos de mais de R$ 110 milhões, dos quais R$ 25 milhões em infraestrutura aportados pela fabricante de armas, e, R$ 85 milhões pelos seus fornecedores, através da implantação de suas respectivas unidades na área construída. Ademais, devem ser gerados mais de 750 empregos diretos.

Após a notícia, as ações preferenciais da Taurus (TASA4), por volta das 14h54, caiam a 7,66%, negociadas a R$ 17,71, e as ações ordinárias (TASA3) também registravam queda de 3,68% negociadas R$17,03. Enquanto que o Ibovespa estava em alta de 0,53%, a 114.340,42 pontos.

 

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO