Taesa (TAEE11): “Dividendos dão segurança para pessoas continuarem investindo”, diz CEO

Taesa (TAEE11): “Dividendos dão segurança para pessoas continuarem investindo”, diz CEO
Linhas de transmissão. Foto: Pexels

Na quarta-feira, dia 1º, a Taesa (TAEE11) anunciou a distribuição de R$ 523 milhões em dividendos e juros sobre o capital próprio (JCP). Segundo o CEO da transmissora, André Moreira, o pagamento “dá segurança para que as pessoas continuem investindo” na empresa, disse ao Valor Econômico.

Nos últimos 12 meses, a Taesa acumula mais de 8% em rendimento por ação dos seus três papéis. O pagamento de proventos por ação da Taesa em 2021 está assim:

  • TAEE11: R$ 4,50; dividend yield de 8,45%
  • TAEE3: R$ 1,50; dividend yield de 8,44%
  • TAEE4: R$ 1,50%; dividend yield de 8,40%

Para aumentar o lucro e a receita da empresa e continuar com pagamentos robustos de dividendos, a aposta da Taesa é no crescimento da carteira de ativos, com base na participação em leilões e em aquisições de projetos brownfields, que já estão em andamento.

A transmissora de energia elétrica contou ao Valor que pretende lançar no início de 2022 o seu plano estratégico de 2022-2031, com “pequenos ajustes finos” em relação ao plano atual. Mas até lá, ainda existem oportunidades em 2021.

O 2º leilão de transmissão de 2021 acontecerá em 17 de dezembro e, segundo o CEO da Taesa, a empresa pretende participar ativamente desta licitação. Serão ofertados cinco lotes e a expectativa de investimentos é de R$ 2,9 bilhões.

“Pela capilaridade de ativos que temos, estamos olhando para todos os cinco lotes. Mas vamos participar para rentabilizar a empresa, não para comprar concessão”, disse Moreira ao Valor.

Vencimento das concessões

De acordo com o presidente da empresa, a Taesa vai manter seu foco no setor de transmissão, no qual tem 39 concessões. Para isso, o executivo afirma que vão acompanhar de perto a questão das renovações desses contratos.

As concessões da Taesa começam a vencer em 2031/32. Está longe, mas Moreira já deixa claro que o objetivo é acompanhar as condições de relicitação desses contratos. “É um ponto estratégico para nós”, afirma ao jornal.

Mas nem por isso a empresa descarta negócios adicionais. Uma das possibilidades em estudo pela empresa é a atuação em parques eólicos, com a conexão dessa energia aos sistemas de transmissão. A Taesa avalia instalar painéis solares próximos às subestações também, para atender ao consumo próprio.

Isso faz parte da agenda de melhores práticas ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês) que a empresa pretende avançar também.

Leia também:

Última cotação da Taesa

Após o pregão de quinta-feira (02), a cotação da Taesa fechou em alta de 3,68%, com as units TAEE11 valendo R$ 37,22. Nos últimos 12 meses, a companhia acumula 23,11% de valorização.

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!