Semana do Fiagro

Syn (SYNE3) pagará R$ 1,25 bilhão em dividendos; valor por ação chama atenção

Syn (SYNE3) pagará R$ 1,25 bilhão em dividendos; valor por ação chama atenção
Syn - Foto: Divulgação

A Syn Prop Tech (SYNE3), ex-Cyrela Commercial Properties (CCPR3), divulgou nesta terça (14) a distribuição de R$ 1,25 bilhão em dividendos intercalares.

O valor unitário dos dividendos da Syn corresponde a R$ 8,1 por ação ordinária. O montante é referente ao lucro auferido no período compreendido entre 1° de janeiro de 2021 e 30 de novembro de 2021, informou a empresa.

Serão considerados aptos para receber o pagamento os acionistas detentores de ações da companhia até o final do pregão do dia 17 de dezembro. A partir do dia 20, os papéis serão negociados sem conceder direito de recebimento. O pagamento será efetuado no dia 28 do mesmo mês.

As ações da Syn encerraram o pregão de hoje em queda de 1,04%, cotadas a R$ 14,34. No acumulado do ano a situação se agrava e a empresa registra tombo de 43,54%.

Lucro da Syn no 3T21

lucro líquido da SYN terceiro trimestre de 2021 foi de R$ 32,0 milhões, representando redução de 38,5% em relação ao lucro do mesmo trimestre no ano anterior. O período dos primeiros nove meses de 2021 apresentou valor 11,2% abaixo do mesmo período de 2020.

No 3T21, o EBITDA Ajustado foi de R$ 94,3 milhões e o EBITDA foi de R$ 94,4 milhões. A margem EBITDA Ajustada no 3T21 foi de 75,7%, 13,3 pontos percentuais a cima da margem do 3T20. O EBITDA sem o resultado da Park Place, empresa que administra os estacionamentos dos edifícios e estacionamentos dos edifícios e shoppings, registrou uma margem de 82,8%, representando aumento de 7,1 p.p. quando comparada à margem EBITDA Ajustada. Esse efeito é decorrente do repasse da receita dos
estacionamentos aos empreendimentos.

A dívida líquida da SYN totalizou R$ 1.442,8 milhões ao final do 3T21, montante próximo ao valor registrado no trimestre anterior.

A receita bruta da SYN no 3T21 foi de R$ 140,1 milhões, representando um crescimento de 20,7% em relação à receita bruta recorrente do 3T20. A Receita Bruta de Locação superou os primeiros nove meses de 2020, com crescimento de 14,1%, no montante de R$ 344,8 milhões.

Em 30 de setembro de 2021, o capital social era de R$ 1.463,3 milhões, representado por 152.644.445 ações ordinárias nominativas distribuídas entre grupo controlador e investidores em bolsa de valores (free float). O patrimônio líquido da companhia encerrou o trimestre com R$ 1.651,7 milhões

A Syn nasceu da divisão entre a Cyrela Commercial Properties (CCP) – companhia de propriedades comerciais ligada à incorporadora Cyrela –, e foi rebatizada este ano.

Bruno Galvão

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO