Olist, startup brasileira, recebe aporte do fundo de investimento do Softbank

O Olist captou um investimento de U$47 milhões (R$ 191,73) do Softbank. O Latin America Fundo, fundo criado para investir em startups da América Latina liderou o aporte.

“Estamos em um bom momento e o mercado também, então decidimos abrir uma nova rodada. Falamos com 40 fundos e entendemos que o Softbank seria a melhor opção para escalar o Olist”, salientou o fundador Tiago Dalvi.

A startup brasileira conecta lojistas à plataformas de marketplace. De acordo com o fundador, os recursos captado serão usados para expandir sua equipe e aumentar a base de lojistas.

Dalvi ressaltou que espera elevar de 7 mil vendedores, atualmente, para mais de 100 mil nos próximos anos.

Confira Também: SoftBank é confirmado como novo controlador do WeWork

“A proposta é simples, o vendedor cadastra seu produto de forma rápida na plataforma do Olist e logo ele é anunciado em redes como Mercado Livre, Walmart, Americana entre outro players brasileiro”, informa startup sobre a sua funcionalidade em seu site.

Além do Softbank, outros fundos fizeram aportes, como o Redpoint Eventures e Valor Capital Group.

Softbank tem projeto de investimento em startups na América Latina

De olho na América Latina, o Softbank lançou sua incubadora, projeto que tem como objetivo o desenvolvimento de startups, Latin America Tech Hub.

Em comunicado, o Softbank informou que deseja criar 50 parcerias em cinco anos, com o objetivo de que a Vision Fund, fundo de investimento de startups, se expanda na América Latina.

Confira Também: Softbank anuncia investimentos na startup mexicana Kavak

O grupo japonês tem o intuito de investir em joint ventures e startups. Além disso, o fundo trará companhias do portfólio mundial para a região latino-americana. “Estamos animados em ajudar empresas do portfólio do Vision Fund a entrarem na América Latina”, disse o presidente do fundo investimento, Rajeev Misra.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1-1.png

“O Tech Hub irá dar às nossas companhias o acesso a uma região de crescimento e oportunidades acelerados. O Tech Hub já começou a negociar com múltiplas companhias do ecossistema Softbank para explorar expansões na região”, completou Misra.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião