SNAG11: cotistas do Fiagro recebem rendimentos hoje (26) de R$ 0,60 por cota

O SNAG11, fundo de investimento do agronegócio (Fiagro) da Suno Asset, pagou rendimentos aos seus cotistas nesta segunda-feira (26). Os investidores do Fiagro receberam o equivalente a R$ 0,60 por cota.

SNAG11: Dividendos de agosto com a Head Amanda Coura

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Artigos-1-_-Banner-Materias-1-2.png

A gestora disse que os próximos dividendos do SNAG11 serão maiores. Especialmente no mês de setembro, os dividendos foram pro rata.

Isso aconteceu porque o Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA), que representa a maior parte da carteira do SNAG11, foi liquidado no início de agosto e rendeu apenas 7 dias úteis dos 23 do mês. Por isso, o rendimento deste primeiro mês não representa a totalidade dos ganhos do Fiagro.

Neste caso, o ativo citado tem o potencial de pagar R$ 1,15 por cota todos os meses, destacou Amanda Coura em live no canal do YouTube da gestora. O SNAG11 até julho tinha um patrimônio de R$ 25 milhões, alocado em dois imóveis rurais.

A partir de agosto, porém, com a entrada de mais capital com a oferta do Fiagro, o SNAG11 investiu seus recursos no CRA citado. Neste momento, o Fiagro está 100% do seu patrimônio alocado, com 83% investido em crédito e 16% em imóveis rurais.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Planilha-controle-de-gastos.png

Conheça o SNAG11

A Suno Asset quer oferecer rentabilidade de CDI +3% e IPCA +8% para o Fiagro SNAG11, que investe de forma híbrida em Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs) e imóveis do segmento Agro.

O fundo se diferencia por ser o único Fiagro híbrido do mercado, tendo 16% da sua alocação em imóveis, com uma tese de valorização real, e o restante aplicado em uma carteira extremamente diversificada de CRAs.

Lançado ao mercado no dia 8 de agosto deste ano, o SNAG11, fundo de investimento do agronegócio (Fiagro) da Suno Asset, é o primeiro Fiagro do mercado a atingir 10 mil cotistas um mês depois da estreia na Bolsa. O fundo chegou a essa marca em 8 de setembro.

Por fim, o SNAG11 estima que o custo total de administração e gestão do fundo será de 0,92% ao ano (sendo a gestão 0,8% do total) e não haverá cobrança de taxa de performance.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Gustavo Bianch

Compartilhe sua opinião