Patrocinado por:

Sanepar (SAPR4) prorroga cobrança de clientes da Tarifa Social por mais 90 dias

Sanepar (SAPR4) prorroga cobrança de clientes da Tarifa Social por mais 90 dias
Sanepar (Foto: Reprodução)

A Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar (SAPR4) decidiu prorrogar a cobrança de contas de água e esgoto para clientes cadastrados na Tarifa Social, informou a empresa nesta segunda-feira (15).

De acordo com fato relevante, a medida foi tomada com o objetivo de minimizar os impactos à população ocasionados pela pandemia de covid-19 e terá vigência de 90 dias a partir de 20 de março. A Sanepar ainda reforçou que “não se trata de isenção ou abatimento de contas.”

A companhia estatal já havia implementado a mesma extensão em junho, setembro e dezembro de 2020 frente ao persistente efeito negativo da crise sanitária sobre a população com direito à Tarifa Social, um benefício do governo federal por meio do qual famílias de baixa renda conseguem descontos nas tarifas de energia.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

As ações ordinárias da Sanepar encerraram o pregão desta segunda-feira em estabilidade, enquanto os papéis preferencial, o mais negociados, fecharam em alta de 0,47%, a R$ 4,24.

Já o Ibovespa, índice de referência da Bolsa de Valores de São Paulo (B3), variou positivamente 0,60%, a 114.850,74 pontos.

Sanepar tem queda de 24,6% no lucro líquido do 4T20

Na semana passada, a Sanepar apresentou seus resultados do quarto trimestre de 2020, com a companhia de saneamento apurando um lucro líquido de R$ 291,3 milhões, uma queda de 24,6% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

A receita operacional líquida da Sanepar totalizou R$ 1,236 bilhão, no trimestre encerrado em dezembro,  recuo de 7,7%. “Esta redução é decorrente da diminuição de 3,2% no volume faturado de água e de 3,7% no volume faturado de esgoto, resultante da situação de emergência hídrica que vigora no Estado do Paraná que demandou ações mitigadoras devido ao baixo volume de reservação e escassez de chuva e também à postergação do reajuste tarifário de 2020”, explicou a empresa.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) da Sanepar no último trimestre foi de R$ 547,2 milhões, queda de 13,3%. Já no ano, o indicador caiu 2% ante 2019, para R$ 1,932 bilhão.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião