Proventos

Raia Drogasil (RADL3): com impulso de investimentos, BB-BI recomenda compra

Raia Drogasil (RADL3): com impulso de investimentos, BB-BI recomenda compra
Fachada de farmácia Raia Drogasil. (foto: divulgação)

O BB Investimentos considerou que o resultado obtido pela Raia Drogasil (RADL3) no terceiro trimestre de 2021 não trouxe grandes surpresas. Mas o balanço teve pontos positivos – e por isso foi mantida a recomendação de compra de ações com preço-alvo para o final de 2022 em R$ 28,70.

O BB-BI argumenta que a rentabilidade da Drogasil veio inferior ao terceiro trimestre do ano passado, “dada a necessidade de fortes investimentos para pavimentar a construção de seu ecossistema”. Apesar disso, as vendas apresentaram crescimento considerável na comparação atual, fruto da adição líquida de quase 200 lojas em sua rede.

“Não classificamos como negativa essa queda de rentabilidade na comparação anual, já que é transitória e justificada pelo plano estratégico da RD. A administração da companhia já havia sinalizado a opção por acelerar os investimentos para alicerçar sua estratégia em detrimento da margem menor no curto prazo“, diz o relatório.

O BB-BI também enfatiza o ganho de participação de mercado da Raia Drogasil, que cresceu 1,1 ponto percentual em todas as regiões brasileiras. Além disso, os canais digitais ganharam força no total de vendas, representando 9,2% do valor. Com isso, reitera que os números negativos deste trimestre não tiram a visão de investimento em longo prazo da companhia.

Assim, o BBI mantém sua recomendação de compra por enxergar “boas perspectivas para o varejo farmacêutico, mais resiliente em momentos econômicos mais desafiadores, somadas aos atributos que a RD carrega – como capilaridade nacional com forte presença de suas marcas, crescimento de vendas em lojas maduras superior à inflação e investimentos no crescimento de longo prazo”.

BB-BI comenta resultado da Raia Drogasil no 3T21

A receita bruta da Drogasil totalizou R$ 6,5 bilhões neste trimestre, 21,2% superior ao mesmo período no ano passado e alinhado às  estimativas do BB-BI. Ela é amparada pela adição líquida de 194 lojas nos últimos 12 meses, crescimento de vendas em mesmas lojas de 14,9% na comparação anual e de vendas em lojas maduras em 12,35 a/a. O BB Investimentos destaca o forte desempenho de vendas de medicamentos sem prescrição (+30,0% a/a), seguindo pelo de medicamentos genéricos (+23,4% a/a).

a margem EBITDA Ajustada da Drogasil sofreu um decréscimo de 0,5 p.p. no trimestre, explicada pelos investimentos na digitalização da saúde e em tecnologia, pavimentando o crescimento dos próximos anos e a criação do ecossistema de saúde objeto do plano estratégico da companhia.

A alavancagem financeira da Drogasil, por sua vez, se manteve estável, representando 0,8x do EBITDA, mesmo valor visto no segundo trimestre desse ano e 0,1 ponto percentual menor quando comparado ao 3T20. Os gastos da companhia totalizaram R$ 233,9 milhões, equivalente a 4,0% da receita bruta. Os recursos foram distribuídos entre abertura de novas farmácias (39%), reforma de unidades existentes (20%) e investimentos em infraestrutura (41%).

Por fim, a Raia Drogasil divulgou hoje a aprovação da distribuição de juros sobre capital próprio (JCP) no montante de R$ 53 milhões, a serem pagos até 31 de maior de 2022. Também irá distribuir dividendos no total de R$ 120 milhões para pagamento no dia 1º de dezembro de  2021.

Bruno Galvão

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO