Radar: SmartFit (SMFT3) anuncia JCP milionário, leilão de subsidiária da Alupar (ALUP11) na Colômbia e Cyrela (CYRE3) pagará dividendos de R$ 125 milhões

conselho de administração da SmartFit (SMFT3) aprovou um novo pagamento de juros sobre capital próprio (JCP), no valor de R$ 59,4 milhões, conforme anunciado nesta quarta-feira (6).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

Os JCP da SmartFit representam o valor de R$ 0,1013232943 por ação. O pagamento dos JCP será feito em parcela única e vai acontecer em 21 de dezembro de 2023.

Os proventos só serão pagos aos investidores que tiverem ações da empresa até o dia 11 de dezembro de 2023. Sendo assim, a partir do dia 12 de dezembro, os papéis adquiridos não serão contabilizados no recebimento de JCP.

JCP da SmartFit

  • Valor: R$ 59.400.000,00
  • Valor por ação: R$ 0,1013232943
  • Data de corte: 11 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento: 21 de dezembro de 2023

Os juros sobre capital próprio da SmartFit serão imputados aos seus dividendos mínimos obrigatórios referentes ao exercício de 2023.

O valor será creditado na respectiva conta corrente de cada investidor, conforme o domicílio bancário passado ao Itaú Unibanco (ITUB4), que é a instituição responsável pela escrituração das ações da SmartFit.

O valor dos proventos está sujeito à retenção de 15% de Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), conforme legislação aplicável. Essa tributação só não é aplicável aos investidores que forem imunes ou isentos. Porém, não está prevista qualquer atualização monetária ou remuneração.

Segundo o portal Status Invest, o único pagamento de proventos realizado pela SmarFit até o momento foi em 27 de outubro de 2023, também na forma de juros sobre capital próprio.

Na época, o pagamento foi destinado apenas para os investidores posicionados nas ações SMFT3 até o dia 11 de outubro, que foi a data de corte. O valor por ação foi de R$ 0,35241532, superando a distribuição anunciada hoje (6).

Além de SmartFit, confira outros destaques desta quarta-feira:

Alupar (ALUP11): controlada vence leilão de projeto com capex de US$ 45 milhões na Colômbia

  • Alupar (ALUP11) anunciou que sua subsidiária Alupar Colombia venceu, nesta quarta-feira (6), o leilão UPME 07/21 realizado na Colômbia.
  • Segundo o fato relevante divulgado pela Alupar, o investimento total (capex) para o projeto é de aproximadamente US$ 45,2 milhões, e a receita anual permitida (RAP) atinge US$ 6,178 milhões.
  • A Alupar já possui presença consolidada na Colômbia nos setores de transmissão e geração, contando com uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH) de 19,9 MW de capacidade instalada e uma linha de transmissão de 235 km em 500 kV.
  • “A conquista desse novo projeto reforça a posição da Alupar como uma empresa consolidada no segmento de transmissão neste país”, declarou a empresa elétrica.

Cyrela (CYRE3) anuncia R$ 125 milhões em dividendos; veja o valor por ação

  • Os dividendos da Cyrela correspondem a R$ 0,3334039 por ação ordinária, com exceção dos papéis mantidos em tesouraria. A distribuição será feita no dia 18 de dezembro de 2023.
  • Somente vão receber os dividendos da companhia os investidores registrados como acionistas da Cyrela até o final da data de corte, que será em 11 de dezembro de 2023.
  • As ações da Cyrela serão negociadas como “ex-dividendos” a partir de 12 de dezembro de 2023, quando os papéis comprados não terão mais direito ao recebimento de proventos.

Dividendos da Cyrela

  • Valor: R$ 125.000.000,00
  • Valor por ação: R$ 0,3334039225
  • Data de corte: 11 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento: 18 de dezembro de 2023
  • Sobre o valor não está prevista atualização monetária ou então incidência de juros, considerando a data da declaração dos dividendos e do seu efetivo pagamento. Além disso, os dividendos de ações são isentos de Imposto de Renda.
  • Cada investidor apto a receber terá o valor creditado segundo o número de ações ordinárias de sua titularidade até a data de corte, conforme o domicílio bancário fornecido ao BTG Pactual, que é a instituição responsável pela escrituração das ações CYRE3.
  • No caso dos acionistas que não tiverem a inscrição do número do CPF/CNPJ ou da indicação de banco, agência e conta Corrente, os dividendos apenas serão pagos após a atualização cadastral, conforme os prazos determinados pelo BTG Pactual.
  • Por outro lado, os investidores com ações da Cyrela depositadas em instituições prestadoras dos serviços de custódia de valores mobiliários terão seus dividendos pagos de acordo com os procedimentos usados pelas instituições depositárias.
  • As ações da Cyrela, negociadas sob o ticker CYRE3, encerraram a sessão de hoje (6) em queda de 1,48%, cotadas a R$ 21,96. Apesar disso, os papéis acumulam ganhos de 0,55% em dezembro até agora, mesmo após encerrar o mês de novembro com forte alta de 21,40%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Weg (WEGE3): após investimento bilionário, banco espera retorno robusto e recomenda compra

  • A Weg (WEGE3) anunciou nesta terça (5) que vai investir R$ 1,2 bilhão na expansão de capacidade de produção de transformadores no Brasil, México e Colômbia. Para o BTG Pactual, o investimento bilionário sugere alto retorno nos negócios de transformadores, validando a estratégia de alocação de capital. A partir disso, o banco recomenda compra das ações, com preço-alvo de R$ 50 – ante a cotação atual de R$ 35. 
  • Outro ponto destacado pelo BTG no investimento da Weg em três países é o foco aumentado no México, alinhado com a robusta demanda por equipamentos de energia devido ao rápido crescimento industrial do país. Cerca de R$ 765 milhões serão investidos no México para estabelecer uma nova fábrica de transformadores de energia em terrenos recentemente adquiridos em Atotonilco de Tula em Hidaldo, região central do país.
  • “Isso permitirá que a fábrica de transformadores de Huehuetoca [também na região central] se concentre em equipamentos de 138 a 230 kV, atendendo à crescente demanda da Weg no México e nos EUA”, comenta a equipe do BTG. 
  • Segundo analistas, a expansão da produção da Weg no negócio de transformadores aumentou sua relevância no segmento na América do Norte, com participação de 4% em transformadores de energia e 7% em transformadores de distribuição. 
  • O BTG acredita que a participação aumentou durante a pandemia, devido à maior flexibilidade industrial da Weg. Além disso, a aquisição de novos terrenos no México sinaliza esse compromisso de expansão. 
  • “O México serve como principal centro de produção da Weg fora do Brasil, se beneficiando da avançada integração vertical. Essa integração melhora a reputação da marca e posicionamento de mercado, com 15% de participação de mercado em motores elétricos de baixa tensão na América do Norte”, sinaliza o BTG.
  • À medida que a integração vertical progride no México, dizem os analistas, a expectativa é de que a rentabilidade média na região se alinhe ainda mais à sua unidade brasileira altamente produtiva, como evidenciado nos resultados da Weg do terceiro trimestre de 2023. 
  • Os analistas do BTG lembra que “nos últimos anos, a Weg realizou diversos investimentos estratégicos no
    setor de transformadores” e relaciona:
  • (i) em 2020, a Weg adquiriu uma das fábricas de transformadores da TSEA em Betim, Minas Gerais;
  • (ii) em 2021, a Weg assumiu a propriedade integral da Balteau, fábrica especializada em transformadores, em Itajubá, Minas Gerais;
  • (iii) também em 2021, a companhia inaugurou sua quinta fábrica de transformadores na América do Norte;
  • e (iv) em 2022, durante sua Investor Day, a empresa traçou planos para adaptar sua fábrica de transformadores para fontes renováveis aplicações de energia e expandir sua fábrica de transformadores de potência para lidar com tensão varia de 230 a 550 kV.
  • “Lembramos que ocorreram 26 leilões de transmissão em Brasil nos últimos dez anos, com R$ 217 bilhões em investimentos. Em um conservador abordagem, do investimento total para linhas de transmissão, 10-15% referem-se a investimentos em equipamentos de transmissão”, diz o BTG.
  • “A participação de mercado da Weg no segmento de transmissão tem variou entre 30% e 40%, significando uma carteira de pedidos de R$ 7 a 13 bilhões no último década, ou 26% da receita de energia”, complementa.
  • O projeto de expansão da Weg está previsto para ser concluído até 2026, com flexibilidade para capacidade adicional, se necessário, observa o BTG.
  • “A empresa vem ampliando sua capacidade de produção de transformadores recentemente, incluindo novas fábricas nos EUA e no México, juntamente com as aquisições da TSEA e Balteau no Brasil. Este movimento estratégico, sustentado pelo forte poder da marca da empresa e pela indústria verticalmente integrada, sugere espaço para retornos elevados no negócio de transformadores, validando a estratégia de alocação de capital”, lembram os analistas. “Embora a avaliação não seja uma pechincha, reforçamos a recomendação de compra para a Weg”.

Vale (VALE3): grande avanço patrimonial deverá ocorrer em 2026, diz BTG Pactual. E em 2024?

  • Em relatório divulgado após o Investor Day da Vale (VALE3), analistas do BTG Pactual (BPAC11) consideram que o grande avanço na história patrimonial da mineradora deverá ocorrer apenas em 2026.
  • “O grande avanço na história patrimonial da Vale (numericamente) deverá ocorrer em 2026, com progressos tangíveis no estabelecimento das bases para uma abordagem muito lucrativa pela frente”, pontuaram os analistas Leonardo Correa e Caio Greiner.
  • No entanto, apesar de o “mercado de minério de ferro estar mais apertado no momento”, a instituição acredita que os lucros da Vale devem acelerar em 2024.
  • A administração da companhia acredita, também, que diversos temas apresentados durante o Investor Day devem ser traduzidos na criação de valor para o acionista da Vale, disse o BTG. Um dos exemplos foi o acesso da Vale a uma base mais ampla de investidores e ausência de barragens no nível emergencial 3 até 2025.

Da SmartFit à Cyrela, essas foram as empresas que se destacaram hoje. Para ler todas as matérias clique aqui.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Vanessa Loiola

Compartilhe sua opinião