Resultados do 2T22

Radar: Raízen (RAIZ4) e Assaí (ASAI3) pagarão JCP, MRV (MRVE3) conclui venda nos EUA e Neogrid (NGRD3) fecha compra

Radar: Raízen (RAIZ4) e Assaí (ASAI3) pagarão JCP, MRV (MRVE3) conclui venda nos EUA e Neogrid (NGRD3) fecha compra
Raízen. Foto: Divulgação

Raízen (RAIZ4) aprovou nesta quinta-feira (30) o pagamento de R$ 168.115.161,75 em juros sobre o capital próprio (JCP), apurados no terceiro trimestre deste ano.

O valor a ser distribuído pela companhia corresponde a pouco mais de R$ 0,016239 por ação da Raízen. Contudo, esse valor está sujeito à retenção de imposto de renda na fonte com alíquota de 15%.

Os investidores que receberão esses JCP da Raízen são aqueles que tiverem ações da companhia ao final do pregão de 5 de outubro deste ano. A data do pagamento ainda não foi definida, mas deve acontecer até 31 de março de 2022.

Além disso, esses juros sobre capital próprio serão imputados ao dividendo mínimo obrigatório do exercício social que terminará em 31 de março de 2022.

Veja outras notícias que ficaram no radar nesta quinta-feira:

Assaí (ASAI3) pagará R$ 63,33 milhões em juros sobre capital próprio

  • O Assaí (ASAI3) informou nesta quinta-feira (30) que fará o pagamento de R$ 63.330.477,00 em juros sobre o capital próprio (JCP), referentes ao ano de 2021.
  • O valor a ser distribuído pela companhia corresponde a pouco mais de R$ 0,047033 por ação do Assaí. No entanto, o valor está sujeito a retenção de imposto de renda na fonte com alíquota de 15%.
  • O pagamento dos JCP do Assaí acontecerá no dia 14 de outubro, mas apenas os investidores com papéis da companhia ao final do dia 5 de outubro receberão a remuneração.
  • A partir do dia 6 de outubro, as ações serão negociadas “ex-JCP”
  • Os JCP serão imputados ao valor do dividendo mínimo obrigatório relativo ao exercício social encerrado em dezembro deste ano.

Controlada da Neogrid (NGRD3) fecha acordo para comprar Lett por R$ 38,45 mi

  • A Neogrid Informática, controlada da Neogrid (NGRD3), fechou um contrato nessa quinta-feira (30) para confirmar a aquisição da Lett Serviços de Informação, por R$ 38.454.341,55.
  • Em fato relevante arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Neogrid explica que o valor da aquisição representa 3,6 vezes a receita recorrente anual (ARR) e será dividido em:
  • Um pagamento inicial de aproximadamente 57% do valor
  • 3 parcelas com vencimentos em 120, 360 e 720 dias.
  • Contudo as parcelas estão sujeitas a reduções de acordo com o atingimento de metas de crescimento de ARR, conforme explica a companhia.
  • Além disso, segundo o fato relevante, os fundadores da Lett permanecerão na operação com cargo executivo, “engajados na expansão dos negócios da Lett, e estimulados por cláusula de pagamento adicional a título de Earn Out, em caso de atingimento de metas de crescimento de receita recorrente e rentabilidade.

Petrobras (PETR4): proposta para campos Albacora e Albacora Leste podem superar US$ 4 bi

  • A Petrobras (PETR4) confirmou nesta quinta-feira (30) que recebeu ofertas vinculantes dos consórcios PetroRio (PRIO3)/Cobra e EIG Global Energies Partners/Enauta (ENAT3)/3R Petroleum (RRRP3) para a aquisição dos campos de Albacora e Albacora Leste, na Bacia de Campos.
  • As ofertas, segundo a Petrobras, podem superar US$ 4 bilhões para ambos os campos.
  • A estatal petrolífera disse ainda que está analisando as propostas seguindo os critérios de avaliação deste projeto e levando em consideração todas as componentes de valor e outras condições, incluindo pagamentos firmes, contingentes e outros pontos contratuais relevantes.
  • Depois da análise, o início da fase de negociação será submetido à deliberação da diretoria executiva.

MRV (MRVE3) conclui venda de dois empreendimentos nos EUA, por US$ 123 mi em VGV

  • A MRV (MRVE3) concluiu nesta quarta-feira (29) a venda em conjunto dos empreendimentos Banyan Ridge e Tamiami Landings, localizados no sul da Flórida, Estados Unidos, pelo valor geral de venda (VGV) de US$ 123 milhões.
  • Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nessa quinta-feira (30), a MRV explica que o VGV da operação representa o recebimento líquido de US$ 57,5 milhões, lucro bruto de US$ 33,1 milhões, Cap Rate de 4,76% e Yield On Cost de 6,7.
  • “Os empreendimentos foram vendidos antes da estabilização, ainda em fase de construção, por um Cap Rate melhor que o estimado nos estudos de viabilidade”, explica a MRV.
  • A construtora destaca que, além dos empreendimentos vendidos nesse ano, detém outros quatro que estão à venda, que correspondem a 811 unidades a US$ 184 milhões de Valor Geral de Venda, com margem bruta média de aproximadamente 28%.

BRF (BRFS3) anuncia programa de recompra de 3,696 milhões de ações

  • A BRF (BRFS3) anunciou um programa de recompra de até aproximadamente 3,69 milhões de ações ordinárias, segundo fato relevante divulgado nesta quinta (30). A empresa possui atualmente 808,3 milhões em circulação.
  • “A companhia entende que as aquisições de ações de sua emissão não acarretarão impactos sobre a composição acionária ou sobre sua estrutura administrativa”, diz o comunicado. O documento explica que o valor será pago utilizando a reserva de capital da empresa, e as ações adquiridas no Programa de Recompra serão utilizadas para a execução do Plano de Outorga de Opção de Compra e do Plano de Outorga de Ações Restritas.
  • BRF deu 18 meses como prazo máximo para a compra, a partir de 1º de outubro. O período se estenderá até 1º de abril de 2023. A data exata em que será realizada a compra ainda está para ser definida pela empresa.

Energisa (ENGI11) aprova R$ 1,3 bilhão em emissão de debêntures simples

  • A Energisa (ENGI11) teve sua 15ª emissão de debêntures simples aprovadas pelo seu Conselho de Administração segundo informe ao mercado divulgado nesta quinta-feira (30).
  • As debêntures da Energisa não serão conversíveis em ações, da espécie quirografária, em até quatro séries, no valor de até R$ 1,330 bilhão.
  • Os títulos serão objeto de distribuição pública, com esforços restritos de colocação e prazos de vencimento de 10, 15, 5 e 7 anos respectivamente da primeira, segunda, terceira e quarta séries.
  • Serão 1,330 milhões de debêntures, com valor de R$ 1 mil cada, sendo que necessariamente 330.000 deverão ser alocadas na primeira série e/ou na segunda série e necessariamente 1 milhão deverão ser alocadas na terceira série e/ou na quarta série
  • A companhia destaca que as debêntures da primeira e segunda séries poderão não ser emitidas, caso a demanda seja inferior a R$ 50 milhões.

Positivo (POSI3): conselheiro independente renuncia ao cargo

  • A Positivo (POSI3) anunciou que o conselheiro independente Roberto Pedote renunciou ao cargo nesta quinta-feira (30), “em razão da necessidade de maior dedicação a novos compromissos profissionais recentemente assumidos”, explica a companhia em fato relevante arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
  • Agora, o conselho de administração da Positivo deve se reunir para decidir sobre a eleição de um novo membro para assumir o lugar de Pedote.
  • “A companhia e os Membros do Conselho de Administração agradecem a. Roberto Pedote pela dedicação e contribuição à companhia ao longo do período em que exerceu suas funções, em especial no reforço da governança e no avanço das agendas de transformação”, diz a companhia no documento.

Da Raízen à Positivo, essas foram as empresas que se destacaram hoje. Para ler todas as matérias clique aqui.

 

Marco Antônio Lopes

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO