DIVIDENDOS

Radar: Petrobras (PETR4) e BB (BBAS3) têm alta no lucro e pagam dividendos; Copasa (CSMG3) remunera; AES Brasil (AESB3) registra queda no lucro

Radar: Petrobras (PETR4) e BB (BBAS3) têm alta no lucro e pagam dividendos; Copasa (CSMG3) remunera; AES Brasil (AESB3) registra queda no lucro
Com números melhores do que o que era esperado pelo mercado, BofA aumenta suas expectativas para os papéis da Petrobras - Foto: Divulgação

O Banco do Brasil (BBAS3) teve um  lucro líquido ajustado de R$ 5 bilhões no segundo trimestre desse ano, um salto de 52,2% em comparação com o segundo trimestre de 2020.

Além disso, receita de prestação de serviços do Banco do Brasil ficou em R$ 7,2 bilhões entre abril e junho desse ano. O montante é 4,8% maior  que o anotado no trimestre anterior. A instituição financeira banco atribuiu o resultado ao “desempenho de administração de fundos (+7,9%), operações de crédito e garantias (+24,4%), renda do mercado de capitais (+83,9%) e consórcios (11,1%), que compensaram a redução com receitas de conta corrente.”

Por sua vez, a Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa (PCLD) ampliada ao final de junho ficou em R$ 2,9 bilhões. Uma redução de 49,8% na comparação anualizada. Na comparação trimestral, houve uma alta de 13,8%.

Já a Carteira de Crédito do Banco do Brasil totalizou R$ 766,5 bilhões ao final de junho, crescimento de 6,1%.

Veja as outras empresas que se destacaram nesta terça-feira:

Petrobras (PETR4) pagará R$ 31,6 bilhões em dividendos e JCP

  • A Petrobras (PETR4) aprovou o pagamento de R$ 31,6 bilhões em dividendos e juros sobre o capital próprio em duas parcelas.
  • O pagamento desses proventos é referente a duas antecipações da remuneração aos acionistas  relativa ao exercício de 2021.
  • A primeira parcela dos proventos será de R$ 21 bilhões e será distribuída como dividendo. Assim, os acionistas receberão pouco mais de R$ 1,6099 por ação.
  • A segunda parcela corresponde a R$ 10,6 bilhões, pouco mais de R$ 0,8126 por ação.

Petrobras tem salto no lucro do 2º tri, para R$ 40,7 bi, com alta do petróleo e do volume de vendas

  • A estatal também informou que teve um lucro líquido recorrente de R$ 40,704 bilhões atribuído aos acionistas no segundo trimestre de 2021, deixando para trás o prejuízo de R$ 13,732 bilhões registrado no mesmo período de 2020.
  • Considerando itens não recorrentes, o lucro líquido da Petrobras entre abril, maio e junho foi de R$ 43,041 bilhões.
  • A receita de vendas da petroleira totalizou R$ 110,710 bilhões entre abril e junho, uma alta 117,5% na comparação anual.
  • Já o lucro operacional medido pelo Ebitda ajustado apresentou crescimento de 147,9% em um ano, chegando a R$ 61,938 bilhões.

Copasa (CSMG3) pagará R$ 55,17 milhões em JCP

  • A Companhia de Saneamento de Minas Gerais distribuirá R$ 55.173.901,25 em juros sobre o capital próprio.
  • O montante equivale  a pouco mais de R$ 0,1455 por ação da Copasa (CSMG3), considerando valores brutos.
  • Vale lembrar que o valor do JCP está sujeito à retenção do imposto de renda na fonte à alíquota de 15%.
  • O pagamento acontecerá no dia 16 de agosto e a data base foi 17 de junho.

Banco do Brasil pagará R$ 986,1 milhões em JCP

  • O Banco do Brasil também aprovou a distribuição de R$ 986.103.079,28 em JCP.
  • O montante total corresponde a pouco mais de R$ 0,3455 por ação do Banco do Brasil, considerando valores brutos.
  • O pagamento está marcado para o dia 31 de agosto, mas a data base será 23 de agosto.
  • Esses proventos serão imputados ao dividendo mínimo obrigatório referente ao primeiro semestre desse ano.

AES Brasil registra lucro líquido de R$ 27,5 Mi no 2º trimestre, queda de 77%

Mercado Livre (MELI34): lucro é de US$ 68,2 milhões no 2TRI

  • O Mercado Livre (MELI34) obteve lucro líquido de US$ 68,2 milhões no segundo trimestre de 2021.
  • A receita líquida foi de US$ 1,7 bilhão, aumento de 93,9% na comparação com o mesmo período de 2020
  • O trimestre encerrou com um lucro operacional medido por Ebitda de US$ 138,9 milhões, crescimento de 55,5% em relação aos US$ 89,3 milhões apurados um ano atrás.
  • Além disso, a operação brasileira cresceu mais de 40% em volume de vendas, em moeda constante, na comparação com 2020. Isso quer dizer que foram mais de 125 milhões de itens vendidos entre abril, maio e junho.

Copel (CPLE6) paga JCP em 11 de agosto; total é de R$ 807,5 mi

  • A Copel (CPLE6) decidiu nesta quarta-feira (4) que o pagamento dos juros sobre capital próprio (JCP) do exercício de 2020, aprovados em meados de abril, acontecerá no dia 11 de agosto desse ano.
  • O valor total a ser distribuído pela Copel é de R$ 807,5 milhões. No entanto, os JCP estão sujeitos à retenção de imposto de renda na fonte à alíquota de 15%.
  • Dessa forma, a companhia distribuirá, de forma líquida, R$ 210.275.576,76, o que equivale a pouco mais de:
  • R$ 0,072 por ação ordinária;
  • R$ 0,143 por ação preferencial classe A;
  • R$ 0,079 por ação preferencial classe B;
  • R$ 0,3905 por Unit.

Braskem (BRKM5) reverte prejuízo e lucra R$ 7,424 bi no 2º tri com maior volume de vendas

  • A Braskem (BRKM5)  teve um lucro bilionário neste segundo trimestre, com a combinação de um forte desempenho comercial nas vendas de seus produtos químicos e o efeito da alta do real contra o dólar no período (USD -11,77%).
  • Em balanço trimestral divulgado nesta quarta (4), a Braskem informou que seu lucro líquido de abril a junho somou R$ 7,424 bilhões. Há um ano, a petroquímica tinha registrado prejuízo de R$ 2,476 bilhões.
  • Em comparação com o trimestre anterior, a companhia quase triplicou o lucro, que foi de R$ 2,494 bilhões entre janeiro, fevereiro e março.
  • A receita líquida da companhia no trimestre somou R$ 26,421 bilhões, 16% superior ao trimestre anterior e um salto de 136% no comparativo ano a ano. Já o resultado operacional recorrente foi de R$ 9,4 bilhões, 35% maior em relação ao primeiro trimestre de 2021 e 522% superior ao de um ano atrás.

Do Banco do Brasil ao Mercado Livre, essas foram as empresas que se destacaram hoje. Para ler todas as matérias clique aqui.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Receba os destaques que irão movimentar o cenário econômico antes da abertura do mercado.

Inscreva-se