Radar: Itaú (ITUB4) volta a desbancar Nubank (ROXO34), analistas preveem valorização da Totvs (TOTS3) e Americanas (AMER3) atinge menor cotação da história

Após o Nubank (ROXO34) se tornar o banco mais valioso da América Latina na última semana, o Itaú (ITUB4) retomou o posto nesta terça (4).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Isso foi fruto de uma alta tímida – de 0,35% – nas ações do Itaú. O movimento já se mostrou suficiente, dado que a margem é apertada.

valor de mercado do Itaú, no fechamento desta terça (4), é de R$ 288,6 bilhões, ao passo que o Nubank fechou o dia valendo R$ 284,5 bilhões, conforme dados da Elos Ayta Consultoria.

O movimento da semana anterior, com alta das ações do Nubank, fez com que a fintech ultrapassasse os R$ 300 bilhões em valor de mercado e desbancasse o Itaú pela primeira vez desde seu IPO.

Esse cenário ocorre com uma alta considerável nos papéis do roxinho na NYSE. A companhia sobe mais de 40% no acumulado do ano.

Enquanto isso os papéis ITUB4 ainda operam estáveis ou com pouca queda na mesma janela.

Além de Itaú, confira outros destaques desta terça-feira:

Totvs (TOTS3): Bradesco BBI vê (grande) potencial de valorização das ações

  • O Bradesco BBI iniciou a cobertura das ações da Totvs (TOTS3) com uma classificação neutra e um preço-alvo de R$ 33 por ação para o final deste ano. A cifra representa um potencial de alta de 17% quando comparado ao pregão da segunda-feira (3).
  • O relatório do banco diz que, apesar da visão positiva sobre a estrutura da empresa de software, as ações da Totvs parecem estar corretamente precificadas com base em um preço/lucro (P/L) de caixa de 25x para este ano e 20x para 2025.
  • preço-alvo da Totvs é dividido em R$ 26 por ação para gestão, R$ 5,50 por ação para desempenho empresarial e R$ 1,50 por ação para a unidade de tecnologia e finanças (techfin). Isso porque a Totvs, segundo o BBI, está expandindo sua estratégia para além do software ERP, construindo um ecossistema completo que inclui gestão, desempenho empresarial e techfin.
  • Esse portfólio diversificado é visto pelo banco como uma vantagem competitiva, com os mercados de desempenho empresarial e techfin oferecendo potencial de crescimento superior ao da gestão. No modelo do Bradesco BBI, a contribuição dessas novas áreas é mantida menor, mas o banco avisa que há potencial de crescimento a longo prazo.
  • O Bradesco BBI prevê que a Totvs deve manter suas taxas de crescimento e margens estáveis nos próximos anos, combinando uma estratégia sólida com desempenho operacional consistente. Qualquer sinal de aceleração de crescimento da Totvs pode levar a uma reavaliação positiva das ações, segundo o relatório.
  • As estimativas do banco indicam um crescimento de receita de 17% neste ano e 16% em 2025, com um aumento do lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de 16% e 20%, respectivamente.
  • O lucro líquido da Totvs deve apresentar maiores variações anuais devido a mudanças na posição de caixa, com uma estimativa de lucro líquido de R$ 702 milhões neste ano, 5% abaixo do consenso.
  • O principal objetivo da Totvs, notam os analistas, é se tornar um consultor de confiança para seus clientes de pequenas e médias empresas, maximizando as oportunidades de vendas cruzadas e fidelização. As soluções de CRM e cloud são vistas como as principais oportunidades de curto prazo, enquanto os produtos techfin devem ganhar mais espaço posteriormente.

Ladeira abaixo: Americanas (AMER3) cai 38% em 5 dias e alcança menor cotação de sua história

  • As ações da Americanas (AMER3) encerraram a sessão desta terça-feira (4) em queda de 12,20%, cotadas a R$ 0,36. Na mínima diária, a ação atingiu a menor cotação de sua história, no valor de R$ 0,34.
  • Ao atingir sua mínima histórica, as ações da Americanas acumulam uma queda superior a 97% desde o momento em que a empresa divulgou a identificação de inconsistências contábeis na casa dos R$ 20 bilhões.
  • Esse anúncio, realizado em 11 de janeiro do ano passado, foi o ponto inicial da derrocada da cotação das ações AMER3 na Bolsa de Valores brasileira.
  • Antes dessa queda superior a 97%, o valor de mercado da companhia era da ordem de R$ 10,8 bilhões, enquanto o montante atual é de aproximadamente R$ 315,8 milhões.
  • Embora isso tenha acontecido no início de 2023, a ação da Americanas continuou em queda ainda em 2024, após novos desdobramentos da situação da companhia. Considerando sua cotação mínima, a desvalorização acumulada neste ano é de 60%.
  • Por outro lado, a cotação mínima histórica foi alcançada após uma nova forte sequência negativa do papel. Somente nos últimos 5 pregões, a queda acumulada foi de 38%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

Banco do Brasil (BBAS3) entra e Engie (EGIE3) sai: research destaca ações para dividendos em junho

  • A Terra Investimentos divulgou sua carteira de dividendos recomendada para junho, destacando a inclusão do Banco do Brasil (BBAS3) e a exclusão das ações da Engie (EGIE3) entre as preferenciais. De acordo com o relatório, a carteira é composta por empresas com forte geração de caixa, elevada governança corporativa e alto dividend yield.
  • O relatório destaca que o Banco do Brasil apresenta melhoras no controle de custos, forte atuação no agronegócio, baixos níveis de inadimplência e uma abordagem prudente na expansão de crédito. O payout atual do BBAS3 estimado pela Terra é de 35,41%, com um dividend yield de 8,45% e um preço-alvo de R$ 35.
  • Quanto à ITSA4, os analistas da Terra Investimentos afirmam que a empresa oferece uma oportunidade atraente de valorização do capital e retorno consistente a longo prazo. O preço-alvo em 12 meses é de R$ 12,00, com um dividend yield de 8,81% e um payout médio de 46,50% nos últimos cinco anos.
  • “A carteira de dividendos é composta por empresas que detêm um payout acima dos 25% exigidos, são negociadas a múltiplos atraentes, com perspectivas de crescimento via distribuição de proventos e com um sólido balanço financeiro”, destaca a Terra Investimentos.

Nas alturas: Banco do Brasil (BBAS3) e ‘bancões’ lucram R$ 26 bilhões no primeiro trimestre do ano

  • Os dois maiores lucros ficaram com Banco do Brasil e Itaú, que tiveram R$ 9,3 bilhões e R$ 9,8 bilhões nas últimas linhas dos seus balanços, respectivamente.
  • Os destaques positivos foram Itaú e Santander, contudo.
  • No caso do Itaú, a companhia registrou um crescimento de 15,8% no lucro e a maior rentabilidade dentre os ‘bancões’, com um Retorno sobre Patrimônio Líquido (ROE, na sigla em inglês) de 21,9% no trimestre.
  • O banco apresentou um crescimento das receitas, tanto daquelas provenientes da carteira de crédito quanto das arrecadadas com a prestação de serviços.
  • Ao mesmo tempo, o custo do crédito do Itaú caiu, diante do recuo da inadimplência, o que indica melhora na qualidade dos ativos. No último ciclo de crédito, iniciado em 2022, o Itaú apresentou números melhores que aos pares ao controlar o crescimento dos atrasos com uma concessão de crédito mais conservadora.
  • “O Banco do Brasil cresce mais rápido que a indústria, de forma lucrativa e sustentável. A orientação para 2024 está no caminho certo (de cumprir as projeções) e o primeiro trimestre alivia as preocupações do mercado em torno dos NIMs (margem financeira) e do agro”, disse o Bank of America, sobre o BBAS3.
  • Já o Santander descolou das projeções do consenso do mercado financeiro, lucrando R$ 3,02 bilhões no primeiro trimestre de 2024 do SANB11 – surpreendendo positivamente e tendo uma reação positiva do mercado logo após a divulgação do seu balanço.
  • “O Santander apresentou resultados positivos, superando as nossas estimativas e em linha com o consenso. O banco registrou uma recuperação significativa da margem financeira e reduziu a sua provisão para perdas, retomando o caminho para entregar um ROE superior ao custo de capital (Ke). Com isso, o banco registrou um lucro líquido de R$ 3 bilhões, 16% superior aos nossos números, resultando em um ROE de 14,1%”, observa a XP sobre o 1T24 do banco.

Do Itaú à Americanas, essas foram as empresas que se destacaram hoje. Para ler todas as matérias clique aqui.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Vanessa Loiola

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno