Radar: Cosan (CSAN3) anuncia R$ 700 mi em dividendos, BRF (BRFS3) mantém plano de investimentos e Petz (PETZ3) busca aquisições após follow on

Cosan (CSAN3) pagará um montante de R$ 700 milhões em dividendos, segundo comunicado aos acionistas divulgado nesta terça-feira (7).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

O valor dos dividendos da Cosan por ação será de R$ 0,37461935, Os proventos serão pagos no dia 28 de dezembro.

Apenas os investidores com ações da Cosan ao final do pregão no dia 15 de dezembro terão direito de receber os rendimentos. A partir do dia 16, as ações serão negociadas sem direito aos dividendos.

Segundo o documento da companhia, arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), os detentores de American Depositary Shares (ADSs) não alterações na data base.

O pagamento de divivendos ocorre com base no balanço final do exercício findo em 30 de setembro.

”Serão pagos aos acionistas dividendos intercalares, com base no balanço encerrado em 30 de setembro de 2021, no valor total de setecentos milhões de reais, equivalente a R$ 0,374619350por ação ordinária, desconsideradas as ações em tesouraria, sem retenção de Imposto de Renda na Fonte”, diz a Cosan.

O pagamento de divivendos ocorre com base no balanço final do exercício findo em 30 de setembro.

” Serão pagos aos acionistas dividendos intercalares, com base no balanço encerrado em 30 de setembro de 2021, no valor total de setecentos milhões de reais, equivalente a R$ 0,374619350por ação ordinária, desconsideradas as ações em tesouraria, sem retenção de Imposto de Renda na Fonte”, diz a Cosan.

Além da Cosan veja outras empresas que ficaram no radar dos investidores nessa terça-feira:

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

BRF (BRFS3) mantém estimativa de investimentos de R$ 55 bilhões até 2030

  • A BRF (BRFS3) comunicou nesta terça-feira (7) que as estimativas e expectativas da companhia serão divulgadas na próxima quarta-feira (8), às 10h. O chamado BRF Day 2021 irá reafirmar a estratégia empresarial denominada “Visão 2030” e a atualizar os cenários prospectivos.
  • Segundo a BRF, a manutenção na estimativa de realização de investimentos é de, aproximadamente, R$ 55 bilhões até 2030. O montante inclui os desembolsos feitos em 2021, com estabelecimento de limite prudencial de alavancagem financeira líquida de até três vezes. Ou seja, a razão entre a dívida líquida e o Ebitda ajustado dos 12 meses anteriores.
  • A expectativa do período entre 2021 e 2024 é de uma receita líquida próxima aos R$ 65 bilhões, com crescimento do Ebitda em duas vezes sobre os últimos 12 meses, terminados em 30 de setembro de 2020.
  • Entre 2025 e 2027, a estimativa de crescimento da receita líquida e do Ebitda em aproximadamente 2,5 vezes em relação aos últimos 12 meses, encerrados no mesmo período anterior, com crescimento da receita em mais de 60% no mercado brasileiro.
  • Por fim, entre 2028 e 2030, um atingimento de receita líquida em mais de R$ 100 bilhões e de crescimento do Ebitda em mais de 3,5 vezes em relação aos últimos 12 meses findos em setembro de 2020. A margem Ebitda média acima de 15%, margem líquida média de 6% e retorno sobre o capital investido (ROIC) de 16%, aproximadamente.
  • A BRF informou que a apresentação completa estará no site de Relações com Investidores da companhia, assim como no da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Por fim, em nota, a empresa ressaltou que as projeções estão sujeitas a alterações e são dependentes de fatores e condições de mercado que são voláteis.

Petz (PETZ3) quer acelerar aquisições após follow on na B3 (B3SA3)

  • A Petz (PETZ3) alcançou uma nova vantagem sobre os concorrentes. Após captar R$ 779 milhões em oferta subsequente (follow on), o dinheiro em caixa da empresa dá fôlego financeiro necessário para aquisições.
  • A operação, que desafiou a maior aversão ao risco do mercado, garante tranquilidade à varejista em um momento de volatilidade na economia.
  • De acordo com o fundador e presidente da companhia, Sergio Zimerman, a Petz tem uma série de ativos sendo analisados. O executivo comentou ao Estadão que a decisão foi estruturar uma área de fusões e aquisições, feita para analisar compras concretizadas pela concorrência. Com o setor aquecido, há novas operações sendo anunciadas com frequência.
  • “Os anúncios recentes são ótimos. No setor, há muita informalidade e, quando um fundo entra num ativo, eu sei que isso é sinônimo de governança e formalização. Assim, irão jogar as mesmas regras do jogo a que nós estamos submetidos”, afirmou Zimerman.
  • Após abril capital ano passado, a Petz acelerou suas aquisições. A mais recente é a Zee Dog, em operação de mais de R$ 700 milhões, além da Cansei de Ser Gato e Cão Cidadão.
  • Para seguir com essa estratégia de buscar novos negócios, a Petz acaba de recrutar Aline Penna, ex-Arezzo (ARRZ3), que agora comanda a área de aquisições. Na Arezzo, Aline ajudou a pavimentar a avenida de aquisições que se tornaram marca registrada na companhia.

Vacina da Pfizer (PFIZ34) não oferece proteção total contra ômicron, diz agência

A agência Bloomberg noticiou nesta terça-feira (7) que a vacina da Pfizer (PFIZ34) e BioNTech oferece proteção robusta, mas não completa, contra a nova variante Ômicron do coronavírus.

Os experimentos em laboratórios mais recentes apontam que o ômicron é mais resistente à imunidade produzida pela vacina da Pfizer do que as variantes anteriores. Segundo Alex Sigal, chefe do laboratório de Durban, na África do Sul, as atuais vacinas contra a Covid precisam ser atualizadas pra aumentar a proteção contra a nova variante.

Identificada inicialmente na África do Sul, a variante Ômicron já possui registros em mais de 40 países até o momento. No Brasil, seis casos foram confirmados pelo Ministério da Saúde

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a nova variante é “preocupante” e apresenta “grande risco” para os países porque a variante apresenta grande quantidade de mutações (cerca de 43 mutações na proteína mais importante do vírus, a spike).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2021/07/74c682f4-banner-home-6-5.jpg

Com dívida de US$ 300 bi, Evergrande planeja maior reestruturação de dívida da China

  • Em meio a um imbróglio que já dura meses, com a possibilidade de um calote bilionário, a Evergrande deve realizar o que será a maior reestruturação de uma dívida na China e que reuniria todas as suas obrigações ‘offshore’, segundo informações da imprensa em Pequim.
  • dívida da Evergrande ultrapassa hoje os US$ 300 bilhões, e provoca preocupações com uma possível crise de grande magnitude, dado que 25% da riqueza da China vem do mercado imobiliário.
  • No âmbito da reestruturação, a Evergrande anunciou na segunda à noite a criação de um “comitê de gestão de crise”, integrado por sete pessoas.
  • O comitê foi criado “em vista dos desafios operacionais e financeiros” que a Evergrande enfrenta, de acordo com um comunicado enviado à Bolsa de Hong Kong
  • Segundo a gigante chinesa, o governo da província de Cantão deve enviar uma equipe de trabalho à empresa, o que analistas da consultoria Jefferies interpretaram como “uma possível tomada de controle”.
  • O movimento ocasionou uma alta de 1% nos papéis, ante 14% de desvalorização das ações da Evergrande no pregão anterior.
  • Com diversos calotes no radar, a companhia não comunicou o pagamento de dois títulos de US$ 82,5 milhões (R$ 469,1 mi) que venceram nesta segunda (6). Caso, de fato, não tenham sido cumpridos, figurariam como as primeiras faltas de pagamento do grupo que até agora conseguiu evitar a falência.

Lojas Quero-Quero (LJQQ3) pretende abrir até 85 unidades em 2022

  • A Lojas Quero-Quero (LJQQ3) anunciou nesta terça (7), em fato relevante, que que projeta, para 2022, a abertura de 70 a 85 novas lojas.
  • Segundo a empresa, a estimativa considera:
  • o histórico e a estratégia de expansão geográfica da companhia;
  • a disponibilidade de recursos para financiar a expansão;
  • a capacidade de obtenção de pontos atraentes com retornos adequados;
  • a capacidade de instalar em tempo hábil novas lojas pelas equipes de expansão
  • A companhia afirma que tem hoje 50 novas lojas já contratadas para inauguração em 2022. Explica o comunicado: “A empresa esclarece que as projeções apresentadas decorrem de dados estimativos e indicativos que não constituem promessa de desempenho. Qualquer alteração na percepção ou nos fatores acima descritos pode fazer com que os resultados concretos divirjam da projeção divulgada“.
  • A nota pondera: “Embora a companhia acredite que as estimativas e declarações futuras são baseadas em premissas razoáveis, o planejamento está sujeito a diversos riscos, incertezas e suposições fora do controle da empresa e foi feito com base nas informações atuais.”

Da Cosan à Quero-Quero, essas foram as empresas que se destacaram hoje. Para ler todas as matérias clique aqui.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Marco Antônio Lopes

Compartilhe sua opinião