AGENDA

Radar: Braskem (BRKM5) reverte prejuízo, Taurus (TASA4) bate recorde de vendas e Raia Drogasil (RADL3) anuncia dividendos milionários

Radar: Braskem (BRKM5) reverte prejuízo, Taurus (TASA4) bate recorde de vendas e Raia Drogasil (RADL3) anuncia dividendos milionários
Braskem. Foto: Reprodução Instagram

O lucro líquido da Braskem (BRKM5) no terceiro trimestre deste ano somou R$ 3,537 bilhões, e assim a companhia deixou para trás o prejuízo de R$ 1,413 bilhão registrado um ano antes.

A receita líquida de vendas da Braskem totalizou R$ 28,299 bilhões, um acréscimo de 77% ante os R$ 15,992 apurados entre julho e setembro do ano passado.

No terceiro trimestre, o resultado operacional recorrente da petroquímica foi de R$ 7,670 milhões, 109% superior em relação a 2020. O desempenho foi reflexo dos melhores spreads internacionais dos principais químicos e do maior volume de vendas de principais químicos no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa em função da retomada da demanda após o impacto da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A geração livre de caixa da companhia foi de R$ 3,911 milhões, um recorde trimestral histórico, e o retorno de fluxo de caixa atingiu 21% no intervalo.

A empresa reduziu a alavancagem corporativa, medida pela relação dívida líquida ajustada/resultado operacional recorrente em dólares, e encerrou setembro com o indicador em 0,83x, 24% inferior em relação a junho.

Além do balanço da Braskem, veja outras empresas que ficaram no radar nessa terça-feira:

Taurus (TASA4): lucro cresce 62,8% no 3T21 e vendas no mercado nacional batem recorde

  • A Taurus (TASA4) registrou um lucro líquido de R$ 166,4 milhões no terceiro trimestre deste ano, alta de 62,8% em relação ao ganho de R$ 102,2 milhões apurado ao final de setembro de 2020.
  • O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) alcançou R$ 294,7 milhões, avançando 88,2% na comparação ano a ano.
  • A margem Ebitda ajustada ficou em 41,1% ao final de setembro, alta de 10,1 pontos percentuais na mesma base comparativa.
  • Entre julho e setembro de 2021, a receita operacional líquida da companhia cresceu 39,6% na comparação ano a ano, para R$ 718 milhões.
  • No penúltimo trimestre deste ano, o volume de vendas da companhia foi de 619 mil unidades, o que equivale a um salto de 27,1% em comparação com o mesmo trimestre de 2020.
  • O número de armas vendidas no mercado nacional atingiu 107 mil unidades, pela primeira vez na história da companhia, ultrapassando a marca de 100 mil.
  • Em relação à produção, o balanço mostra que foram produzidas 615 mil unidades entre julho e setembro, mais uma vez quebrando uma marca histórica da companhia. Um ano antes, a companhia havia produzido 448 mil armas, assim, o crescimento foi de 37,3%.

Rede D’Or (RDOR3) fecha acordo para comprar hospital Jayme da Fonte (PE), diz jornal

  • A Rede D’Or (RDOR3) acertou um acordo para comprar o hospital de Recife Jayme da Fonte, segundo fontes informaram ao jornal Valor Econômico
  • Segundo um estudo da Ondina Investimentos, o valor da transação estaria entre R$ 400 milhões e R$ 450 milhões.
  • Para concluir a compra, a Rede D’Or precisaria da aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), porque a empresa já lidera o setor de saúde na região.
  • Contudo, o hospital Jayme da Fonte negou as negociações. Ao jornal, o hospital informou que “não procede a informação de uma possível negociação para compra do hospital e que segue, há 66 anos anos, atuando no setor de saúde, atendendo os pernambucanos e pernambucanas”.
  • Hoje, o Jayme da Fonte dispõe de 200 leitos e 40 UTIs e é conhecido por ser referência na área de transplante de fígado.

Magazine Luiza (MGLU3) mira segmento premium para tentar maior Black Friday da sua história

  • Em meio à crise na cadeia de suprimentos global, o Magazine Luiza (MGLU3) reforçou o estoque de produtos premium para a Black Friday e projeta uma demanda volumosa para categoria.
  • A varejista construiu um volume de estoque superior ao do ano passado para a data e ambiciona torná-la a maior de sua história.
  • O Magazine Luiza começou a se preparar para a Black Friday de 2021 no final do terceiro trimestre do ano passado. O primeiro ponto de atenção foi a garantia de estoques. Hoje a economia global enfrenta enfrenta uma escassez de chips no mercado — necessário ao funcionamento desde smartphones a geladeiras modernas.
  • De acordo com Luiz Fernando Rego, diretor de Bens Duráveis e Bens de Consumo, a companhia não tem falta de mercadorias e detém um volume preciso para fazer a maior Black Friday do Magazine Luiza. “Estamos muito preparados, principalmente nas categorias que dizem haver falta. No Magalu isso não existe. Pelo contrário, criamos um estoque mais alto nessas categorias para sustentar a procura que virá, por outros concorrentes estarem com problemas de falta de mercadorias.”

Petz (PETZ3) adquire empresa de adestramento e planeja abrir 50 lojas em 2022

  • Em busca de expansão no mercado de animais domésticos, a Petz (PETZ3) divulgou a aquisição de um grande player do setor. “Adquirimos 100% do Grupo Cão Cidadão, maior franquia de adestramento a domicílio da América Latina”, disse o CEO, Sergio Zimerman.
  • “A marca Cão Cidadão ajuda a consolidar nossa presença no digital, em produção de conteúdo e em adoção.”
  • A Cão Cidadão atua no adestramento em domicílio e consulta de comportamento de pets, com base na seleção e treinamento de adestradores franqueados que prestam o serviço para o cliente final. Alexandre Rossi, zootecnista e veterinário também conhecido como “Dr. Pet”, será o embaixador na construção de processos e metodologias para o credenciamento de prestadores de serviços. Ele assumirá o cargo de consultor especializado, atuando no desenvolvimento de serviços de adestramento, dog walker, hotel/day care e pet sitter.
  • Segundo Zimerman, a parceria com Alexandre Rossi e suas marcas terá absoluta exclusividade. A Petz irá intermediar os serviços prestados, responsável pela procedência, segurança e qualidade. Além disso, será o único canal de vendas de todos os cursos online criados, ministrados ou coordenados por Rossi.

Localiza (RENT3) dobra lucro líquido no 3T21, que chega a R$ 671 milhões

  • A Localiza (RENT3) registrou um lucro líquido de R$ 671,4 milhões entre julho e setembro, avanço de 106,3% sobre igual período do ano passado.
  • O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da Localiza alcançou R$ 1,18 bilhão no trimestre, aumento de 83,1% ante igual intervalo de 2020.
  • Já a receita líquida da locadora de veículos somou R$ 2,77 bilhões de julho a setembro, queda de 9,6% sobre o mesmo período de 2020. No segmento de aluguel, houve crescimento de 43,3% do indicador, para R$ 1,46 bilhão. Em seminovos, houve queda de 36,1%, para R$ 1,30 bilhão.
  • No último trimestre, o número de diárias da divisão de Aluguel de Carros apresentou crescimento de 11,0% em relação ao 3T20, favorecido pela retomada da demanda diante do avanço da vacinação.
  • A taxa de utilização da frota também avança, ultrapassando a marca de 80%.
  • A diária média foi de R$ 92, crescimento de 37,8% na comparação anual, refletindo aumento nos preços dos carros, juros mais elevados e mix de segmentos.

Mitre (MTRE3) pagará R$ 12,4 milhões em dividendos

  • A Mitre (MTRE3) aprovou o pagamento de R$ 12.443.456,62 em dividendos intercalares, com base nas demonstrações financeiras levantadas ao final de setembro desse ano.
  • O valor total dos dividendos da Mitre equivale a pouco mais de R$ 0,117641 por ação ordinária da companhia.
  • O pagamento acontecerá no dia 25 de novembro deste ano, mas apenas os investidores que forem acionistas da companhia ao final do pregão de 17 de novembro terão direito a receber a remuneração.
  • Esses proventos serão imputados aos dividendos mínimos obrigatórios relativos ao exercício social que se encerrará ao final de dezembro desse ano.

Carrefour (CRFB3): lucro recua 18% no 3T21, mas vendas sobem

  • O Carrefour (CRFB3) seu lucro líquido recuar 18% no terceiro trimestre de 2021: foi de R$ 757 milhões no 3T20 para R$ 621 milhões entre julho e setembro deste ano.
  • O varejista justifica que o menor rendimento se deve à forte base de comparação em 2020. O balanço engloba o desempenho do Atacadão, as lojas do Carrefour  e Banco Carrefour.
  • O EBITDA somou R$ 1,5 bilhão, valor que representa resultado recorde. O EBITDA ajustado do Carrefour cresceu 31,5% nos últimos dois anos e 10,9% na comparação entre 3T20 e 3T21.
  • As vendas consolidadas do Grupo Carrefour também tiveram bom resultado, atingindo R$ 20,8 bilhões no 3T21. O resultado representa crescimento de 7,7%.
  • A venda de gasolina é o que mais pesa, correspondendo a 1,1 ponto percentual. A empresa destaca que o resultado é especialmente relevante considerando a base forte de comparação do ano passado, quando as vendas brutas cresceram 27,3%.

Raia Drogasil (RADL3) pagará R$ 173 milhões em dividendos e JCP

  • A Raia Drogasil (RADL3) anunciou   o pagamento de R$ 53 milhões em juros sobre o capital próprio (JCP), e de R$ 120 milhões em dividendos intermediários.
  • O total a ser pago em JCP pela Raia Drogasil corresponde a pouco mais de R$ 0,03217 por ação. Além disso, o montante está sujeito a retenção de imposto de renda na fonte à alíquota de 15%.
  • Os JCP da Raia Drogasil serão pagos até o dia 31 de maio de 2022, mas apenas os investidores com ações da companhia ao final do dia 12 de novembro desse ano receberão os proventos.
  • Já os dividendos da companha correspondem a pouco mais de R$ 0,07285 por ação, e são baseados no lucro líquido apurado ao final de  junho desse ano.
  • Os dividendos serão pagos no dia 1 de dezembro desse ano, mas apenas quem for acionista da empresa ao final do pregão de 12 de novembro receberão a remuneração.

Da Braskem à Raia Drogasil, essas foram as empresas que se destacaram hoje. Para ler todas as matérias clique aqui.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!