Petrobras (PETR4) anuncia pagamento milionário de juros de debêntures; Veja quando será pago

A Petrobras (PETR4) informou nesta sexta-feira (15) que vai realizar o pagamento de juros aos detentores das 1ª, 2ª e 3ª séries de sua 6ª emissão de debêntures.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

Em comunicado divulgado ao mercado, a Petrobras informou que o pagamento dos juros de debêntures será feito em 17 de julho de 2023, no valor total bruto de R$ 138,067 milhões.

As debêntures da Petrobras são simples, não conversíveis em ações e de espécie quirografária. Os títulos de dívida foram emitidos em 15 de janeiro de 2019.

A emissão de debêntures foi realizada por meio do Banco Citibank, que é a instituição financeira liquidante das debêntures.

Na 1ª série, que conta com um total de 898.397 debêntures, os juros terão um valor unitário de aproximadamente R$ 25,662. Já na 2ª série, com 1.694.089 debêntures, a remuneração será de R$ 26,745 cada.

Enquanto isso, os juros de debêntures da Petrobras da 3ª série terão o valor unitário de R$ 69,183, considerando a quantidade de 1.007.514 de títulos.

Sobre o valor dos juros pagos aos debenturistas, existe a incidência de imposto de renda na fonte, que se refere a tributação de investimentos financeiros de renda fixa conforme a legislação.

Assim, se aplica uma alíquota associada à situação de cada beneficiário, exceto no caso daqueles que comprovarem o seu direito à dispensa da retenção, ou seja, que não terão a incidência de IR sobre o valor recebido.

Juros de debêntures da Petrobras

  • Valor total: R$ 138.067.266,36;
  • Valor por debênture: R$ 25,66214760 (1ª série), R$ 26,74550521 (2ª série) e R$ 69,18336 (3ª série);
  • Data de emissão: 15 de janeiro de 2019;
  • Data do pagamento: 17 de julho de 2023.

Ações da Petrobras disparam 41% em 2023

As ações preferenciais da Petrobras, negociadas sob o ticker PETR4, já subiram 41,29% em 2023, considerando a cotação de fechamento desta sexta-feira (14) de R$ 29,05.

Esses papéis encerraram o pregão de ontem (14) com uma queda de 1,96%, em meio à baixa na cotação do petróleo lá fora. Na semana, a perda foi de 1,53%.

Enquanto isso, as ações ordinárias da Petrobras, ou seja, aquelas com o ticker PETR3, acumulam ganhos de 35,9% neste ano até agora, a partir da cotação de fechamento de ontem (14) de R$ 32,55. Na semana, os papéis caíram 1,75%, após recuarem 2,11% na sexta-feira.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião