Petrobras (PETR4) vê bom momento para acessar oportunidades no mercado de energia renovável; saiba mais

Em evento para detalhar o Plano Estratégico 2024-28 a investidores internacionais em Nova York, chamado de “Deep Dive” (mergulho profundo), a Petrobras (PETR4) declarou que o momento é favorável para acessar oportunidades no mercado de energia renovável. O encontro conta com a presença do presidente da estatal, Jean Paul Prates, além de quase toda a diretoria, e termina nesta quarta-feira (31).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

A estatal informou que pretende equilibrar sua capacidade de geração térmica e renovável até o final do período 2024-2028, atingindo aproximadamente 10% da capacidade de energia fotovoltaica e eólica do Brasil em operação ou em construção até 2028.

Também segundo a Petrobras, as oportunidades atuais para M&A em renováveis no Brasil envolvem 76,3 GW (gigawatt). A companhia informou ainda que possui 10 projetos eólicos offshore em estudo, e mais 7 em parceria com a Equinor.

Petrobras (PETR4) amplia testes em unidades visando combustível renovável

A Petrobras ampliou os testes em suas unidades para aumentar a capacidade de produção de combustível com conteúdo renovável. A decisão foi divulgada pela petroleira nesta terça-feira (30).

Segundo a estatal, além da Repar, no Paraná, que já comercializa o diesel R5 (5% renovável), farão testes as refinarias Reduc, no Rio de Janeiro, e Replan e RPBC, em São Paulo.

O diesel R5 está sendo gerado a partir do coprocessamento de derivados de petróleo (parcela mineral) com matérias-primas de origem vegetal, como óleo de soja.

O combustível é uma alternativa sustentável para os veículos do ciclo diesel, já que a redução das emissões associada à parcela renovável é de ao menos 60% em comparação com o diesel mineral, podendo ser até maior a depender da matéria-prima utilizada.

De acordo com o Plano Estratégico 2024-28 da Petrobras, no segmento de biorrefino será investido cerca de US$ 1,5 bilhão.

Também estão previstos recursos para instalação de plantas dedicadas de bioquerosene de aviação e diesel 100% renovável na RPBC e no Gaslub, que serão concluídas após 2028. Gaslub (ex-Comperj) é um projeto da Petrobras em Itaboraí, no Rio, onde serão feitos novos investimentos para aumentar a capacidade de processamento das refinarias da companhia.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Petrobras considera cooperação internacional em novas fronteiras, como a Margem Equatorial

A Petrobras também informou, em apresentação para investidores estrangeiros em Nova York, que é possível a participação de empresas internacionais na exploração de novas fronteiras, como a Margem Equatorial, no Norte do País. Sem dar detalhes, a estatal destacou a região como a principal a ser explorada nos próximos anos.

Além da Margem Equatorial, onde serão perfurados 16 poços, a Petrobras disse aos investidores que pretende fazer mais 6 poços na Colômbia até 2028.

Desempenho das ações de Petrobras

Cotação PETR4

Gráfico gerado em: 31/01/2024
1 Dia

*Com informações de Estadão Conteúdo

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião