Petrobras (PETR4) fica entre maiores altas do Ibovespa hoje após novo reajuste de preços da gasolina e diesel

As ações preferenciais da Petrobras (PETR4) disparam na manhã desta terça-feira (15) no Ibovespa, liderando as altas do índice, com o mercado repercutindo o novo reajuste de preços da gasolina e do diesel, anunciado pela empresa mais cedo, e que começa a valer a partir de amanhã (16).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

Perto das 12h50, as ações preferenciais da Petrobras (PETR4) subiam 3,46%, cotadas a R$ 31,70, enquanto as ordinárias (PETR3) avançavam 2,94%, a R$ 34,62.

Cotação PETR4

Gráfico gerado em: 15/08/2023
1 Dia

A Petrobras informou um aumento de R$ 0,41 por litro no preço médio da gasolina tipo A para as distribuidoras a partir de amanhã (16). Com o reajuste, o preço médio passará a ser de R$ 2,93 por litro.

No ano, a variação acumulada do preço de venda de gasolina A da Petrobras para as distribuidoras é uma redução de R$ 0,15 por litro.

Para o diesel do tipo A, o aumento será de R$ 0,78, para o preço médio de R$ 3,80 por litro também para as distribuidoras.

No ano, a variação acumulada do preço de venda de diesel A da Petrobras para as distribuidoras é uma redução de R$ 0,69 por litro.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-4.png

A Petrobras esclarece ainda que “o valor efetivamente cobrado ao consumidor final no posto é afetado também por outros fatores como impostos, mistura de biocombustíveis e margens de lucro da distribuição e da revenda”.

“Essa notícia foi vista com viés positivo para as ações, pois desde quando houve a reformulação na cotação do combustível, correlacionando com a cotação do petróleo internacional, os preços acabaram ficando defasados aqui no Brasil, uma vez que o petróleo voltou a subir nas últimas semanas”, disse Heitor De Nicola, especialista de renda variável da Acqua Vero.

“Em uma base anualizada, trazendo esse incremento, desse valor, já para a base de resultados da Petrobras, deve significar algo em torno de 6%, 7% dentro de um fluxo de caixa livre para o acionista”, completou.

Para Ricardo Jorge, especialista em mercado de capitais e sócio da Quantzed, não há dúvidas de que a alta da gasolina irá provocar um impacto no IPCA. “A alta estimada é entre 35 e 45 pontos-base no IPCA no ano. O estimado para o ano é algo em torno de 4,70 e agora vai para 5. Quase 10% a mais do estava sendo previsto. Uma alta bem importante”, pontuou.

Conversas com a ANP

De acordo com coluna de Lauro Jardim, do o Globo, o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates havia sido procurado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) para falar sobre os reajustes nos preços dos combustíveis. Prates teria dito, ainda na semana passada, que sua diretoria está discutindo essa possibilidade para breve. Mas a expectativa é de um reajuste mais contido.

Mesmo o presidente da Petrobras afirmando que a queda do lucro da companhia na comparação entre o primeiro e o segundo trimestre deste ano não deve ser atribuída à mudança na política de preços, a variação da cotação do barril de petróleo tipo brent, referência do mercado internacional afetou o resultado trimestral da estatal.

Os resultados do segundo trimestre de 2023 foram divulgados pela Petrobras na noite do último dia 3. Conforme os dados, foi registrado um lucro líquido de R$ 28,8 bilhões no período. Trata-se do décimo maior lucro trimestral da história da empresa. Ainda assim, na comparação com o primeiro trimestre do ano, houve uma queda de 24,6%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião