Petrobras (PETR4) desiste de projeto de gás natural em SP

Petrobras (PETR4) desiste de projeto de gás natural em SP
A ação da Petrobras (PETR4) encerrou o dia com uma alta de 3,34%, valendo R$ 27,53.

A Petrobras (PETR3;PETR4) informou na noite desta sexta-feira (4), via fato relevante,  que decidiu interromper o desenvolvimento do projeto de adequação de infraestrutura da Unidade de Tratamento de Gás Monteiro Lobato (UTGCA), em Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo.

“A decisão foi tomada devido à perda de atratividade econômica do projeto, avaliada à luz das premissas do Plano Estratégico 2021-2025”, explica a Petrobras.

Além disso, a estatal petrolífera decidiu cancelar as licitações associadas que atenderiam ao projeto.

“A Petrobras reforça seu compromisso com a geração de valor de seu portfólio e com sua estratégia”, declarou a companhia.

Vale ressaltar que em seu Plano Estratégico para o período de 2021 a 2025, divulgado na última semana, a companhia ainda destacou sua pretensão de eliminar a lacuna de desempenho que a separa dos concorrentes internacionais de óleo e gás.

Entre as prioridades da petroleira estão a redução da dívida e a desalavancagem financeira, por meio da geração de caixa operacional e de desinvestimentos, de acordo com o Plano Estratégico. A meta é chegar a uma dívida bruta de US$ 67 bilhões em 2021 e de US$ 60 bilhões em 2022.

Entre janeiro de 2019 a setembro de 2020, a empresa reduziu a dívida bruta em US$ 31 bilhões, em meio à crise da covid-19 e ao “choque do petróleo”. A redução da dívida tem sido impulsionada pela estratégia de venda de ativos. No momento, a empresa tem mais de 50 ativos em diferentes estágios do processo de venda.

Prejuízo da Petrobras no 3T20

A Petrobras comunicou os resultados referentes ao terceiro trimestre de 2020, no qual a companhia estatal apresentou um prejuízo de R$ 1,546 bilhão. O resultado veio abaixo da expectativa do mercado, que esperava um lucro de R$ 505 milhões, de acordo com dados reunidos pelo FactSet.

Em contrapartida, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da Petrobras anotou um crescimento de 2,6%, de R$ 32,582 bilhões entre os meses de julho e setembro de 2019 para R$ 33,440 bilhões no terceiro trimestre deste ano.

A receita de vendas, por sua vez, ficou em R$ 70,730 bilhões no período, uma queda de 8,2% ante os R$ 77,051 bilhões registrados no mesmo período de 2019.

Última cotação

A ação da Petrobras (PETR4) encerrou o dia com uma alta de 3,34%, valendo R$ 27,53.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião