Petrobras (PETR4): Governo envia indicação de Prates para presidir a empresa

O Ministério de Minas e Energia (MME) enviou à Petrobras (PETR4) a indicação do senador Jean-Paul Prates (PT-RN) para presidir a estatal. O documento foi enviado nesta terça-feira (3).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Prates já era cotado para ser presidente da Petrobras e foi anunciado para o cargo pelo presidente Lula (PT) no fim de dezembro.

“De acordo com o ofício, o nome do senhor Jean Paul Terra Prates foi encaminhado à Casa Civil da Presidência da República, conforme dispõe o Decreto 8.945, de 27 de dezembro de 2016, e tão logo a documentação seja analisada e retorne ao Ministério das Minas e Energia, será encaminhada à Petrobras”, disse a estatal em nota.

A indicação de Prates para a Petrobras ainda terá que enfrentar um processo de governança interna para que o parlamentar possa assumir a presidência do Conselho de Administração da companhia.

Ou seja, Prates precisa passar pelo Comitê de Elegibilidade e, caso seja aprovado, poderá assumir o comando da companhia.

Um dos possíveis impeditivos para Prates assumir era a Lei das Estatais. A normativa, contudo, já foi alterada pela Câmara.

Pelas novas regras, o tempo mínimo exigido longe de campanhas políticas deve ser reduzido para 30 dias.

Lei das Estatais

Prates é senador pelo Partidos dos Trabalhadores (PT) e seu mandato termina no dia 1º de fevereiro de 2023.

Nas eleições federais deste ano, Prates foi candidato a 1º suplente de senador na chapa encabeçada por Carlos Eduardo (PDT). A chapa, porém, perdeu a disputa.

Nas eleições de 2020, Prates participou da corrida eleitoral da prefeitura de Natal (RN), mas obteve pouco mais de 14% dos votos e também, não foi eleito.

Essa disputa, em 2020, era um fato que o deixaria impossibilitado de assumir o comando da Petrobras. Contudo, com o regramento já aprovado pela Câmara que altera a Lei das Estatais, Prates ganha fôlego para assumir a estatal.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Quem é Prates, provável novo presidente da Petrobras

Na equipe de transição, Prates coordenou a área de Petróleo, Gás e Biocombustíveis.

Com 54 anos, o senador é advogado e economista, tendo acumulado cerca de 30 anos trabalhando no segmento de petróleo, gás natural e biocombustíveis.

No fim da década de 80, Prates integrou a assessoria jurídica da Petrobras Internacional (Braspetro).

Além disso, fundou a primeira consultoria brasileira especializada em petróleo e, em 1997, participou da elaboração da Lei do Petróleo.

Agora cotado para presidir a Petrobras, Prates também já foi Secretário de Energia do Estado do Rio Grande do Norte, em 2007.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião