Lula escolheu Jean Paul Prates para ser presidente da Petrobras (PETR4), diz coordenador da FUP

O coordenador geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Deyvid Bacelar, afirmou nesta quinta-feira (22) que Lula escolheu o senador Jean Paul Prates (PT-RN) para ser presidente da Petrobras (PETR4), conforme publicado em seu Instagram.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Além do comando da Petrobras, Bacelar também disse que o presidente da República eleito escolheu o senador Alexandre Silveira (PSD-MG) para ser ministro de Minas e Energia.

“Com base no diagnóstico, nos alertas, recomendações e informações que o GT (grupo de trabalho da transição sobre Minas e Energia) disponibilizou para o presidente eleito, durante esta complexa transição, ele definiu o nome do companheiro e senador Jean Paul Prates para a presidência da Petrobras e do senador Alexandre Silveira para o Ministério de Minas e Energia”, publicou.

Deyvid Bacelar foi um dos nomes importantes que participaram do gabinete de transição de governo do agora presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva.

A publicação do coordenador da FUP referente ao comando da Petrobras e do Ministério de Minas e Energia ocorreu depois de Lula ter anunciado o nome de 16 novos ministros para o seu governo, que começa a partir de 2023.

Apesar da confirmação de Bacelar, Lula não chegou a falar a respeito da presidência da Petrobras e nem de quem será o comandante do MME durante seu discurso de anúncio dos novos ministros.

O atual presidente da Petrobras pode renunciar antes do fim do seu mandato?

O atual presidente da Petrobras, Caio Paes de Andrade, tem seu mandato em vigência até abril de 2023.

Ainda não há informações se de fato ele deixará o cargo após o início do governo Lula, antes do término de seu mandado, ou se vai cumpri-lo até o final.

O CEO da Petrobras já aceitou o convite feito por Tarcísio de Freitas, governador eleito de São Paulo, para fazer parte do governo paulista em 2023.

O nome de Jean Paul Prates já vinha fazendo parte de rumores, com pessoas cogitando nos bastidores que o senador fosse o possível presidente da estatal no futuro.

Lula já consultou Prates várias vezes para conseguir informações relacionadas ao setor petroleiro, ainda no período de campanha.

No entanto, caso o nome do senador petista seja confirmado por Lula como seu escolhido para o comando da Petrobras, a indicação ainda poderá ter uma série de dificuldades para que Prates assuma de fato a função.

O motivo seria porque o estatuto da Petrobras, assim como a Lei das Estatais, possuem regras que visam evitar a nomeação de figuras políticas aos cargos estratégicos da empresa.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno