OCDE: Guedes diz que Brasil está atrasado e ‘processo é longo’

O ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que o Brasil está atrasado no processo de adesão à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, a OCDE.

A fala do ministro se deu no evento de abertura do evento Semana Brasil-OCDE, nesta terça, 21.

Segundo Guedes, interessa ao Brasil receber o que considera a influência positiva da OCDE para a melhora do ambiente econômico. Apesar disso, ele admitiu que o processo que acessão ao organismo internacional é longo e pode ter algum tempo pela frente.

“O processo de acessão à OCDE é longo e pode ter algum tempo pela frente. O Brasil está atrasado, nos interessa receber influência favorável da OCDE. E é importante para a organização que Brasil entre, é a maior potência verde do planeta”, disse.

Em 10 de junho, o Conselho da OCDE aprovou o roadmap (roteiro) do Brasil para iniciar formalmente o processo de entrada do País na entidade que tem sede em Paris. A decisão foi em nível ministerial e apenas pode ir adiante quando é determinada por consenso.

No mesmo evento, o ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto Franco França afirmou que o governo tem trabalhado para que o acesso do Brasil à OCDE ocorra no menor prazo possível.

“Estamos trabalhando para processo de acessão à organização no menor prazo possível. A aproximação traz benefícios e maior inserção internacional para o Brasil, disse.

Entenda o que é a OCDE

A OCDE é a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, sendo um grupo constituído por 35 países, cujo objetivo é alinhar e discutir estratégias econômicas que beneficiem as nações participantes.

A organização engloba países de diversos continentes e culturas que visam um benefício comum, desenvolvimento econômico.

Trata-se de uma organização internacional é responsável pela administração de centenas de milhões de dólares, tendo elevada importância no cenário global.

Assim, a OCDE visa uma maior integração junto aos países desenvolvidos na economia internacional.

Com informações do Estadão Conteúdo

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO