Ômega Geração (OMGE3) conclui aquisição do complexo Chuí da Eletrobras

Ômega Geração (OMGE3) conclui aquisição do complexo Chuí da Eletrobras
Ômega Geração (OMGE3) conclui aquisição do complexo Chuí da Eletrobras

A Ômega Geração (OMGE3) informou nesta segunda-feira (30) que concluiu a aquisição do Complexo Chuí, formado pelo Complexo Santa Vitória do Palmar e Complexo Hermenegildo, da Centrais Elétricas Brasileiras S.A. (ELET3).

Com a aquisição da totalidade da participação de 78% do Complexo Santa Vitória do Palmar e de 99,99% do Complexo Hermenegildo, a Ômega realizou o pagamento de R$ 568,5 milhões para a Eletrobras em 31 de dezembro de 2018, que atualizado até a presente data corresponde a um pagamento total de R$ 618,2 milhões.

Diante disso, a Ômega “atingiu 1.777,7 MW de capacidade instalada, e o complexo no sul do Brasil passa a representar 33% de sua capacidade instalada. A nova capacidade instalada da Companhia é 596% superior aos 255,4 MW detidos em seu IPO em 2017″, informou a empresa por meio de fato relevante.

Ômega Geração tem lucro líquido de R$ 37,6 milhões, alta de 19%

A Ômega Geração teve um lucro líquido de R$ 37,6 milhões no terceiro trimestre de 2020, crescendo 19% na comparação com o mesmo período de 2019, quando o lucro foi de R$ 31,6 milhões.

A receita líquida cresceu 10% na comparação com a base anual, alcançando R$ 314,4 milhões e o EBITDA chegou a R$ 203,3 milhões, alta de 1% na mesma base e 88% maior do que no segundo trimestre de 2020. Segundo o relatório, a diferença entre o terceiro e o segundo trimestre se dá por melhores condições climáticas.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Nos ativos solares, também houve melhora de desempenho por conta da menor umidade na região de Assuruá, com geração potencial de 7 p.p acima do segundo trimestre de 2020, apesar de 3% abaixo da média histórica.

O desempenho do potencial solar e eólico somados atingiram uma geração de 1.359,8 GWh, o que compensou a queda de 29% no portfólio hídrico na comparação com o segundo trimestre, causada também pela sazonalidade.

No mercado de energia, o ano vem se mostrando favorável. A incidência de chuvas foi levemente maior do que no ano passado e a redução de consumo por conta da pandemia manteve os níveis dos reservatórios elevados, o que diminui em 57,5% o preço spot na comparação com o mesmo período de 2019, diminuindo os custos.

A Ômega chama a atenção para o lançamento da sua plataforma digital de venda energia “limpa”, o SmartFlex, que transacionou R$ 78 milhões e, em 22 dias de operação, gerou 1.638 orçamentos.

 

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião