Oi (OIBR3) fecha contrato e vai vender SPE Torres 2 por R$ 1,697 bilhão

A Oi (OIBR3) celebrou um contrato para alienação das ações de emissão da SPE Torres 2 à NK 108, no valor de até R$ 1,697 bilhão, conforme documento divulgado ao mercado nesta quarta-feira (7).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-2-1.png

O contrato foi celebrado entre Oi e a NK 108 Empreendimentos e Participações, afiliada da Highline do Brasil II Infraestrutura de Telecomunicações, com interveniência da Lemvig RJ Infraestrutura e Redes de Telecomunicações.

O contrato da Oi ainda está sujeito a eventuais ajustes no preço e retenções, dos quais até R$ 1,088 bilhão serão pagos na data de fechamento da operação e até R$ 609 milhões serão pagos até 2026, dependendo da quantidade futura de itens de infraestrutura a serem utilizados após 2025, assim como de outras condições contratuais.

A proposta da NK 108 foi vencedora do procedimento competitivo realizado em 22 de agosto de 2022.

Esse processo ocorreu conforme os termos do aditamento ao plano de recuperação judicial da Oi homologado pelo juízo da 7ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do estado do Rio de Janeiro em 5 de outubro de 2020.

A efetiva conclusão da operação está sujeita ao cumprimento às condições precedentes previstas no contrato, o que inclui aprovação do Cade e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

“A companhia manterá seus acionistas e o mercado informados sobre o desenvolvimento dos assuntos objeto deste comunicado”, conclui a Oi em seu comunicado.

Grupamento de ações da Oi

Na semana passada, em 1º de dezembro, a Oi aprovou a proposta de grupamento de suas ações na proporção de 10:1.

O grupamento da Oi tem como objetivo o enquadramento do preço de suas ações em valor igual ou maior que R$ 1,00 cada.

A Oi explicou que pretende alcançar o valor exigido no Regulamento para Listagem de Emissores e Admissão à Negociação de Valores Mobiliários e no Manual do Emissor da B3.

Assim, as ações da Oi voltariam a estar de acordo com um dos critérios para estarem elegíveis à composição de índices de mercado, como o índice Bovespa da B3.

Na mesma data, a empresa também anunciou a aprovação da mudança do caput do artigo 5º do estatuto social da operadora, visando refletir as alterações na quantidade de ações da companhia decorrentes do grupamento.

Desse modo, o capital social da Oi passa a ser representado por 660,3 milhões de ações, das quais 644,5 milhões são do tipo ordinárias e 15,77 milhões são preferenciais.

Cotação da Oi

As ações ordinárias da Oi, negociadas sob o ticker OIBR3, encerraram a sessão desta quarta-feira (7) em queda de 5,00%, cotadas a R$ 0,19. Já os papéis preferenciais, negociados com o ticker OIBR4, terminaram o pregão em baixa de 3,85%, a R$ 0,50.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião