AGENDA

Oi (OIBR3), Hapvida (HAPV3) e Cyrela (CYRE3) movimentam o mercado

Oi (OIBR3), Hapvida (HAPV3) e Cyrela (CYRE3) movimentam o mercado
foto. Divulgação Oi

Nos destaques de empresas desta quinta-feira (14) chama a atenção do mercado a Oi (OIBR3) que precisa do aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Além da Oi, a Hapvida (HAPV3) comprou, por meio da subsidiária Ultra Som Serviços Médicos, a empresa Viventi Hospital Asa Sul por R$ 22 milhões. Por sua vez, a Cyrela (CYRE3) somou R$ 2,2 bilhões em valor geral de vendas (VGV) de lançamentos, representando alta de 33,2% ante o mesmo período de 2020.

Já a Lavvi (LAVV3) pagará R$ 120 milhões em dividendos. O montante total corresponde a pouco mais de R$ 0,57639 por ação da companhia.

Veja os destaques desta quinta-feira:

Oi

A Oi, em junho de 2016, registrava o maior pedido de recuperação judicial já feito no país, com dívidas que chegavam a R$ 65,4 bilhões. Agora, para sair dessa proteção contra credores e colocar a Nova Oi de pé, a empresa precisa do sinal verde do Cade e da Anatel.

Cinco anos depois, a Oi tem uma dívida líquida de R$ 21,8 bilhões, com projeção de cair a R$ 14 bilhões em 2024. Mas nesse período, a receita também encolheu, de R$ 26 bilhões para R$ 18,8 bilhões; e o prejuízo aumentou, de R$ 8,2 bilhões para R$ 10,5 bilhões, no ano passado.

No segundo trimestre deste ano, a última linha do balanço mostrou uma recuperação, com lucro de R$ 1,1 bilhão.

Hapvida

Hapvida adquiriu, por meio da subsidiária Ultra Som Serviços Médicos, 100% do capital social da empresa Viventi Hospital Asa Sul, em Brasília (DF), por R$ 22 milhões.

A Viventi tem um contrato de locação de 30 anos de um hospital localizado na Asa Sul, na capital federal, e é detentora das licenças de operação da unidade.

Cyrela

A Cyrela divulgou em sua prévia operacional para o terceiro trimestre de 2021 que registrou R$ 2,2 bilhões em valor geral de vendas (VGV) de lançamentos, representando alta de 33,2% ante o mesmo período de 2020. Segundo o comunicado, a companhia lançou 12 empreendimentos entre julho e setembro.

Por outro lado, as vendas líquidas contratadas da Cyrela somaram R$ 1,366 bilhão, valor 20,2% inferior ao reportado no mesmo intervalo do ano anterior e 12,5% abaixo do segundo trimestre de 2021.

Lavvi

A Lavvi anunciou a distribuição de R$ 120 milhões em dividendos intermediários e intercalares. O montante total corresponde a pouco mais de R$ 0,57639 por ação da companhia.

Esses dividendos da Lavvi são baseados nas reservas de lucros apuradas nas demonstrações contábeis levantadas ao final de 2020, e nas demonstrações financeiras levantadas ao final de junho desse ano.

Os destaques de empresas do Suno Notícias mostram os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia, como a Oi que deve estar no foco dos investidores ao longo do dia.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!