Netflix (NFLX34) estaciona na liderança dos streamings; veja desempenho dos canais no trimestre

Apesar de seguir imbatível no pódio dos streamings, a Netflix (NFLX34) não conseguiu expandir sua presença no mercado no primeiro trimestre deste ano.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

Segundo dados do portal de catálogo de filmes e séries em plataformas de streamings alemão JustWatch, a Netflix seguiu na liderança, concentrando 27% das quotas de mercado do Brasil.

Logo atrás da “tudum”, o Prime Video da Amazon (AMZO34) conquistou 18% da audiência.

Juntas, as duas concentram quase metade (45%) da audiência brasileira nas plataformas.

Disputa dos streamings no 1º trimestre de 2024

O Disney+ avançou em +1% em relação ao trimestre anterior, de 12% para 13%. O crescimento pode ser um reflexo ainda tímido dos planos de investimento e expansão anunciados pela gigante do entretenimento anunciou desde o final do ano passado.

A empresa do Mickey Mouse (DISB34), agora fica balanceada no ranking com o Max (antigo HBO Max), da Warner Bros. Company (W1BD34), que foi de 14% para 13%.

O nacional globoplay também cresceu em 1% de quotas do mercado, enquanto o Star+ diminuiu em 1%.

O serviço norte-americano já anunciou sua saída do Brasil ainda neste primeiro semestre de 2024, quando os conteúdos da plataforma deverão migrar para o Disney+.

Ainda não se sabe como a fusão vai acontecer e se haverá custos adicionais para acessar os filmes e séries do Star+ no Disney+.

Por fim, o produto da Apple (AAPL34), Apple TV+ manteve sua taxa de 6% no marketshare de streamings.

Desempenho dos streamings no 1º trimestre de 2024 – Fonte: JustWatch

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Resultados trimestrais da Netflix (NFLX34)

Em janeiro, a Netflix reportou em seu balanço corporativo que concluiu o último trimestre de 2023 com 260,28 milhões de assinantes, uma alta de 12,8% (13,12 milhões) comparado ao mesmo período de 2022.

Na semana que vem, na quinta-feira (18 de abril) os resultados da Netflix no primeiro trimestre de 2024 deverão consolidar a base atual de assinantes da plataforma.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

Camila Paim

Compartilhe sua opinião