Netflix (NFLX34) dispara 13% após resultado trimestral acima das projeções

As ações da Netflix (NFLX34) listadas na Nasdaq sobem pouco mais de 13% no premarket -negociações que antecedem a abertura do pregão – desta quarta-feira (19).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/06/Lead-Magnet-1420x240-3.png

A companhia de streaming de filmes e séries, na véspera, reportou um lucro por ação em patamares consideravelmente superiores às estimativas. O consenso projetava US$ 2,12 de lucro por ação da Netflix, ao passo que a empresa reportou US$ 3,10 em seu resultado financeiro.

Além disso, o número de assinaturas da Netflix aumentou 2,4 milhões no acumulado trimestral – um dado que surpreendeu o mercado e veio logo após uma má fase para a empresa, refletido no balanço trimestral anterior.

A receita da companhia aumentou 5,9% na comparação anual, passando de US$ 7,48 bilhões no terceiro trimestre de 2021 para US$ 7,92 bilhões no terceiro trimestre deste ano.

O lucro líquido da Netflix, porém, acabou caindo 3,4%, saindo de US$ 1,44 bilhões para US$ 1,39 bilhões no comparativo anual. O Ebitda da empresa recuou da mesma forma, saindo de US$ 1,75 bilhão para US$ 1,53 bilhão.

O CFO da Netflix destacou que a empresa ‘não está crescendo exatamente como queria’.

“Estamos construindo um ‘momentum’. Estamos satisfeitos com nosso progresso, mas sabemos que temos muito mais trabalho a fazer”, disse o executivo, no documento.

A empresa, no momento, busca aumentar a geração de receita com novas estratégias, como usar anúncios em planos mais baratos e implementar políticas de compartilhamento de senhas entre usuários.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/BANNER-NOTICIA-DESK-2.png

Entenda por que o resultado é um bom para a Netflix

Os números do balanço trimestral surpreenderam o mercado por conta de um trimestre anterior extremamente negativo. Em meio à uma queda generalizada das companhias de tecnologia, a Netflix havia reportado uma queda no número de assinantes, mostrando um declínio em meio à alta competitividade do segmento – que ganhou novos players nos últimos anos, como HBO Max, Prime Video e Disney Plus.

O resultado foi tão decepcionante que a empresa perdeu mais de um terço de valor de mercado em um só pregão, dada a baixa de 35% nos papéis NFLX.

Com o cenário, até mesmo os grandes investidores perderam uma fortuna, dada a imprevisibilidade dos números que haviam sido reportados.

Bill Ackman, da gestora Pershing Square, chegou a perder US$ 400 milhões ao ter que zerar sua posição acionária na empresa. A compra de 3,1 milhões de ações da Netflix havia sido feita somente três meses antes.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Planilha-controle-de-gastos.png

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião