Neoenergia (NEOE3) anuncia pagamento de R$ 301,37 milhões em dividendos; veja quem recebe

A Neoenergia (NEOE3) aprovou a declaração de dividendos, no valor total de R$ 301,37 milhões. Essa distribuição foi aprovada em nova Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária da empresa, que aconteceu hoje (19).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

Os dividendos da Neoenergia equivalem a R$ 0,2486184457 por ação ordinária e levam em conta os resultados apurados em 31 de dezembro de 2023.

O pagamento de proventos da Neoenergia será realizado de maneira individual a cada investidor em dezembro de 2024. Sobre o valor, não está prevista qualquer atualização monetária.

Os dividendos serão pagos somente aos investidores com posição comprada nas ações da empresa até a data de corte, que foi hoje (19). Em outras palavras, as ações compradas a partir de 22 de abril de 2024 serão negociadas como “ex-direitos”, ou seja, sem direito aos proventos.

Dividendos da Neoenergia

  • Valor: R$ 301.373.260,54
  • Valor por ação: R$ 0,2486184457
  • Data de corte: 19 de abril de 2024
  • Data de pagamento: dezembro de 2024

As ações da Neoenergia encerraram a sessão desta sexta-feira (19) em queda de 1,26%, cotadas a R$ 19,57. Assim, a companhia ficou com uma desvalorização semanal de 4,02%, dando continuidade a queda de 1,26% registrada na semana anterior.

No acumulado de abril, até o momento, as ações NEOE3 têm uma baixa de 3,83%, após já terem recuado 5,79% no mês de março.

Considerando a cotação final de 2023, que era de R$ 20,91, o desempenho acumulado em 2024 é negativo em quase 6,41% até agora.

Para os próximos dias, a expectativa dos investidores da Neoenergia é pela divulgação de seu novo balanço trimestral, referente ao primeiro trimestre deste ano (1T24), cujos resultados serão anunciados em 24 de abril de 2024.

No quarto trimestre de 2023, o lucro líquido da Neoenergia foi de R$ 973 milhões, com crescimento de 4% em relação ao mesmo período de 2022. No exercício fiscal de 2023, a companhia gerou um lucro de R$ 4,5 bilhões, com recuo anual de 5,4%.

Ainda no quarto trimestre do ano passado, a Neoenergia registrou uma receita operacional líquida de R$ 11,1 bilhões, com aumento de 2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião