Mercado Livre reverte prejuízo e lucra US$ 15 milhões no terceiro trimestre

Mercado Livre reverte prejuízo e lucra US$ 15 milhões no terceiro trimestre
Black Friday do Mercado Livre tem foco em entrega rápida para brigar com 'omnichannel''

A empresa argentina Mercado Livre lucrou US$ 15 milhões no mundo no terceiro trimestre de 2020, revertendo o prejuízo de US$ 146,1 milhões de um ano antes. A receita da empresa de e-commerce, que é, atualmente, a companhia mais valiosa da América Latina, subiu 85% na comparação com o mesmo período de 2019, atingindo US$ 1,115 bilhão.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

O Mercado Livre Brasil não é uma empresa aberta e não divulga seus dados de lucro, mas informou o seu faturamento, com a receita líquida crescendo 56% no país, alcançado US$ 611 milhões. Um ano antes, a receita foi de US$ 389,9 milhões.

Em seu relatório, a companhia destaca também o crescimento do Mercado Pago, seu serviço de pagamentos. A plataforma alcançou 60 milhões de pagadores únicos e o volume total de pagamentos atingiu US$ 14,5 bilhões, crescimento de 91,7% na base anual em dólares.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

A base de usuários consolidada da carteira móvel do ML cresceu 125,2%, alcançando 13,7 milhões de clientes. “Nosso volume total de pagamentos em carteira móvel na Argentina, Brasil e México continua crescendo três dígitos ao ano”.

O baixo lucro da maior companhia da América Latina se dá, parcialmente, pelos gastos com investimentos e pagamento de dívidas. Ao total, o Mercado Livre investiu no trimestre US$ 838 milhões e destinou US$ 1,415 bilhão ao pagamento de empréstimos e de outros passivos.

Parte dos investimentos se dá no setor de logística. A companhia vem tentando aumentar a sua rede de distribuição própria, para diminuir sua exposição aos Correios.

Na terça-feira, a empresa divulgou a estreia de uma frota própria de quatro aviões no Brasil. Além disso, tem planos para abrir novos grandes centros de distribuição no país no próximo ano.

Por enquanto, o Mercado Livre tem apenas três centros de distribuição no país, número bem aquém de concorrentes como a Magazine Luiza (MGLU3), com 18, e B2W (BTOW3), com 17.

Natalia Gómez

Compartilhe sua opinião