Mercado Livre (MELI34): BTG vê espaço para crescimento ainda maior do e-commerce no Brasil e recomenda ações

O BTG Pactual ainda considera o Mercado Livre (MELI34) como a melhor opção no segmento de e-commerce e pagamentos na América Latina, com valor de seu ecossistema à frente do mercado (taxa de crescimento anual de 26% em dólar nos últimos quatro anos). Neste contexto, o banco reitera recomendação de compra para as ações da companhia. 

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Em relatório, o BTG monitorou o comportamento mensal dos três principais FIDCs (Fundo de Investimento em Direitos Creditórios), que totalizaram R$ 8,9 bilhões, alta de 43% na comparação anual. 

“Os dados mostram que a valorização da carteira do Mercado Livre cresceu R$ 2,7 bilhões nos últimos 12 meses, com NPLs  (empréstimos em atraso) com mais de 90 dias declinando 47 pontos base para 14,7% da carteira em dezembro”, pontua o banco. 

No terceiro trimestre, a carteira de crédito do Mercado Livre cresceu 23% na base anual, atingindo US$3,4 bilhões, com forte crescimento novamente na carteira  ao consumidor (54% da carteira) e cartões de crédito (25% da carteira)

As provisões representaram 7,9% da carteira (ante 10,3% no 3T22), o que também impulsionou a margem operacional consolidada. A receita de crédito foi de US$ 672 milhões, representando 41% da receita da fintech e 18% da receita consolidada. 

“Ainda enxergamos uma tendência de crescimento secular para o comércio eletrônico brasileiro (bem como alguns mercados da América Latina), com GMV (volume bruto de mercadorias) superior aos níveis pré-pandêmicos”, diz o BTG.

O BTG fixa preço de US$ 1.890,00 nas ações do Mercado Livre negociadas em Nova York, hoje cotadas a USS$ 1.666,34.

Lucro do Mercado Livre cresceu 178,2% no 3T23

Mercado Livre (MELI34) apresentou um lucro líquido de US$ 359 milhões no terceiro trimestre (3T23).

resultado do Mercado Livre registra uma alta de 178,2% em relação ao terceiro trimestre do ano passado, em meio ao aumento de suas receitas, inclusive no Brasil.

O Ebtida ajustado do Mercado Livre, que representa o lucro antes de juros, impostos depreciação e amortização, somou US$ 820 milhões no 3T23, registrando crescimento de 108,7% em comparação com o 3T22. Já a margem operacional (Ebit) teve um avanço anual de 7,2 pontos percentuais, chegando a 18,2%.

receita líquida da empresa de varejo totalizou US$ 3,8 bilhões no período, mostrando um crescimento de 39,8% em relação ao 3T22.

Em conversa com jornalistas, o vice-presidente sênior de desenvolvimento corporativo estratégico e relações com investidores, André Chaves, comentou sobre o balanço do Mercado Livre e ressaltou a “aceleração do crescimento de receita em percentual, tanto em e-commerce quanto fintech e nas principais geografias”.

Já as despesas operacionais chegaram a US$ 1,31 bilhão no 3T23, cerca de 24,76% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, que foi de US$ 1,05 bilhão.

“Todas as linhas de custos crescem, mas o negócio cresce muito mais rápido e as linhas de custo crescem de maneira disciplinada”, destaca Chaves.

E-commerce e participação do Brasil

receita líquida obtida do comércio eletrônico foi de US$ 2,1 bilhões no 3T23, com crescimento anual de 45,2%. O volume bruto de mercadorias vendidas no período registrou um aumento de 31,8%.

No marketplace, a representatividade do Brasil nas receitas do Mercado Livre passou a ser de 57% ao final do terceiro trimestre de 2023, com alta de 4 pontos percentuais em relação à igual etapa de 2022 (53%).

A carteira de crédito da varejista atingiu a marca de US$ 3,4 bilhões, registrando crescimento anual de 22,6%. Já a taxa atual de inadimplência de até 90 dias é de 10,6%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Para o restante do ano, André Chaves tem boas perspectivas em relação às vendas da empresa, principalmente com o advento da Black Friday.

“Vamos fazer uma Black Friday forte como temos feitos nos últimos anos. A gente é uma empresa que historicamente foi crescendo nas datas promocionais, porque fazíamos pouco e fomos aprendendo onde é mais eficiente investir, onde vamos fazer mais apostas”, comenta o executivo do Mercado Livre.

Cotação

Os BDRs do Mercado Livre apresentaram alta de 1,68%, ao preço de R$ 68,43, segundo dados do Status Invest.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Vinícius Alves

Compartilhe sua opinião