Méliuz (CASH3) registra recorde de R$ 2 bilhões em volume de vendas no 4T21, segundo prévia

Méliuz (CASH3) registra recorde de R$ 2 bilhões em volume de vendas no 4T21, segundo prévia
Méliuz soma queda de 19% no acumulado de 2022 - Foto: Divulgação/Méliuz

O grupo Méliuz (CASH3) registrou o volume de vendas (GMV) recorde no quarto trimestre de 2021. O grupo teve um GMV consolidado de R$ 2 bilhões (considerando Picodi e Promobit), na prévia operacional divulgada pela companhia na quinta-feira (27).

Considerando apenas o Méliuz e excluindo as outras empresas do grupo, o GMV totalizou R$ 1,7 bilhão, crescimento de 52% contra o terceiro trimestre de 2021 e 77% contra o mesmo período no ano anterior.

No ano, a empresa finalizou o volume de vendas total de R$ 5,5 bilhões, sendo R$ 4,5 bilhões referentes ao Méliuz, R$ 852 milhões referentes ao shopping internacional e R$ 161 milhões à Promobit.

O Méliuz finalizou o quarto trimestre com um total de 22,4 milhões de contas, um crescimento de 1,6 milhão em relação ao terceiro trimestre de 2021, quando fecharam com 20,8 milhões, e de 8,4 milhões em relação ao mesmo período em 2020, quando foi alcançado 14,0 milhões.

“Tivemos um sólido crescimento na base de usuários mesmo com a pausa das campanhas de marketing para aquisição de novos clientes para o cartão de crédito co-branded, fruto da estratégia adotada ao longo de 2021 com objetivo de atrair e reter os usuários, que vão viabilizar o crescimento sustentável da companhia nos próximos anos.”

O ritmo média de abertura de contas foi de 27 mil contas por dia útil, contra 30 mil no terceiro trimestre. Segundo o fato relevante, a desaceleração já era esperada no período por conta do término do contrato referente ao cartão de crédito co-branded em priorização ao cartão de crédito próprio do Méliuz, que será lançado em breve.

Nos últimos 12 meses, findos em 31 de dezembro de 2021, a empresa atingiu um total de 9,4 milhões de usuários ativos.

Na métrica de novos compradores o Méliuz atingiu um crescimento de 33% quando comparado com terceiro trimestre, um novo recorde histórico, e 120% em relação ao mesmo período do ano anterior. Também foi registrado recorde histórico na linha de total de compradores, crescimento de 27% comparado ao terceiro trimestre e 77% em relação ao quarto trimestre de 2020.

“Esse crescimento foi principalmente fruto do Festival das Blacks, evento que ocorreu durante todo o mês de novembro, em que realizamos campanhas com cashbacks históricos e inúmeras ações que visavam atrair novos compradores.”

No quarto trimestre, 22,6 mil usuários do Méliuz transacionaram ativos em criptomoedas, contra 26,7 mil no terceiro trimestre e 3,8 mil um ano antes.

Última cotação da Méliuz

Na última sessão, quinta-feira (28), a ação do Méliuz teve alta de 0,34%, negociada a R$ 2,95.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO