Marfrig (MRFG3) se pronuncia sobre incidente em unidade nos EUA

A Marfrig (MRFG3) informou nesta sexta (22) sobre um incidente em sua unidade em Kansas, nos EUA. Foi registrado um pequeno incêndio, que já foi controlado.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Diz a Marfrig: “A companhia comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral que, na noite de 20 de março houve um incidente em nossa unidade de Liberal, no estado de Kansas, Estados Unidos.”

A empresa relata que um pequeno incêndio foi originado em um reboque de container refrigerado na área externa e se espalhou para alguns reboques ao redor e uma pequena área da expedição.

“O incêndio foi controlado rapidamente, ficou isolado a uma das zonas de doca de carga e área adjacente, não teve vítimas, e não houve danos estruturais à planta”, explica a Marfrig.

“Informamos que a operação retomará à normalidade na segunda-feira, 25 de março, e o impacto financeiro será imaterial”, conclui

Indenização

A 2ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) negou o pedido da Marfrig (MRFG3) e impôs indenização por dano moral coletivo de R$ 1,7 milhão, em virtude de um processo por jornada excessiva de trabalho dos motoristas carreteiros sem o devido controle das horas devidamente trabalhadas. Cabe recurso para a companhia.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

No processo, ajuizado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em 2012, os funcionários acusam a Marfrig de “jornadas excessivas, superiores a oito horas diárias, com trabalho até mesmo durante a madrugada, fatos que contribuíram para a trágica morte de um trabalhador”.

Em parte do processo, é explicado que “o réu Marfrig possui capacidade econômica e assistência jurídica suficientes para cumprir a lei e ter consciência da ilegalidade de seus atos, de modo que é evidente que a conduta reiterada de lesão aos direitos de seus trabalhadores é deliberada, integrando a própria estratégia competitiva do empreendimento”, diz.

Marfrig aumenta fatia na BRF para 40% do total das ações

Em 2023, a BRF (BRFS3) comunicou que a Marfrig passou a deter direta e indiretamente 673.879.961 papéis da dona da Sadia e Perdigão, entre ações ordinárias e ADRs, representando 40,0529% do total da ações de emissão da companhia.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

A Marfrig disse, na ocasião, que aquisição não tem o objetivo de alterar a atual composição do controle ou a estrutura administrativa atual da BRF, mas sim, incrementar sua participação acionária na companhia.

“Não foram celebrados, pela Marfrig, quaisquer contratos ou acordos que regulem o exercício de direito de voto ou a compra e venda de valores mobiliários emitidos pela companhia”, informou o frigorífico.

Desempenho anual da Marfrig

Cotação MRFG3

Gráfico gerado em: 23/03/2024
1 Ano

Com Estadão Conteúdo

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Redação Suno Notícias

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno