Magazine Luiza (MGLU3): 214 lojas devem operar com energia solar

Magazine Luiza (MGLU3): 214 lojas devem operar com energia solar
O presidente do Magazine Luiza (MGLU3), Frederico Trajano, disse que o terceiro trimestre consagrou a multicanalidade da empresa.

O Magazine Luiza (MGLU3) fechou um contrato com a GreenYellow no primeiro trimestre desse ano, referente ao fornecimento de energia solar para 214 lojas da gigante varejista. No acordo está prevista a entrega de 9307,1 Megawatt-hora (MWh) por ano, a partir de 2021.

Contudo, o contrato é de aluguel, já que o Magazine Luiza vai comprar da GreenYellow a energia que usará, ao invés de instalar as placas fotovoltaicas nas lojas escolhidas. Mas mesmo assim, as 214 lojas deverão funcionar completamente a base de energia solar.

Os painéis fotovoltaicos que farão parte do projeto têm capacidade para abastecer 4,2 mil casas por ano. Além disso, receberam um investimento de R$ 18 milhões e estão localizados em:

  • Coroados
  • Riolândia;
  • Florestópolis.

Conheça o Suno One, a central gratuita de informações da Suno para quem quer aprender a investir. Acesse clicando aqui.

Segundo dados da ‘Bloomberg’, a energia solar ficou 86% mais barata desde 2010. Já a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) aponta que 39,5% da energia solar é no Brasil, é usada pelo segmento de comércio e serviços.

O presidente executivo da Absolar, Rodrigo Saudia, explicou ao ‘Estadão’ que “o modelo de aluguel de energia é interessante para empresas que tenham outra atividade fim. Assim, elas podem centralizar seus esforços no que é mais importante para o negócio, enquanto fazem até mesmo economia com energia”.

Magazine Luiza tem queda do lucro líquido de -76,7% no 1T20

O gigante varejista registrou uma queda do lucro líquido de -76,7% no primeiro trimestre de 2020.

Nos primeiros três meses desse ano o lucro líquido foi de R$ 30,8 milhões, contra os R$ 132,1 milhões do mesmo período do ano passado. A margem líquida da companhia, por sua vez, foi de 0,6% no primeiro trimestre, contra 3,1% no mesmo período do ano passado.

Veja também: Magazine Luiza fará mudanças em quadro diretivo da Netshoes, diz jornal

Por outro lado, a receita bruta do Magazine Luiza cresceu 22,1%, passando de R$ 5,3 bilhões entre janeiro e março de 2019 para R$ 6,4 bilhões no mesmo período do ano passado. A receita líquida, por sua vez, aumentou 20,9%, em R$ 5,2 bilhões contra R$ 4,3 bilhões do mesmo período do ano passado.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Receba os destaques que irão movimentar o cenário econômico antes da abertura do mercado.

Inscreva-se