Morre presidente do conselho de administração da Klabin (KLBN11)

Morre presidente do conselho de administração da Klabin (KLBN11)
Klabin: Armando Klabin foi o responsável por conduzir a companhia, hoje uma das maiores do mundo Foto/Montagem Reprodução/YouTube

O presidente do conselho de administração Klabin (KLBN11), Armando Klabin, morreu nesta quarta-feira (22), aos 89 anos, no Rio de Janeiro.

A companhia divulgou nota: “Armando foi um homem de vanguarda, inesgotável capacidade de trabalho, era um apaixonado pela Klabin, pelo meio ambiente e pelo Brasil. Deixa grande legado e fonte de inspiração para as novas gerações”, diz a nota em nome de diretores e membros do conselho, que destacaram seu “exemplo de liderança, profissionalismo, empreendedorismo, imensurável compromisso e dedicação” com a companhia, o Brasil e o seu futuro.

O substituto de Klabin na presidência do conselho de administração será definido em eleição.

Armando Klabin foi o responsável por conduzir a companhia, hoje uma das maiores do mundo, ao ramo de embalagens. Ele foi membro do colegiado desde sua criação, em 1979, que presidiu por diversas vezes.

“Reconhecido pela sua visão estratégica e de futuro, no início dos anos 2000, impulsionou a Klabin a focar no ramo de embalagens, sendo, hoje, uma das maiores do mundo, com modelo de negócio integrado, único e referência em sustentabilidade”, diz nota assinada por Cristiano Teixeira, diretor-geral, e pelos membros da diretoria.

Armando Klabin foi ainda idealizador e executivo da PONSA, hoje Unidade Goiana, e junto aos demais membros do Conselho, segundo a companhia, incentivou e participou ativamente das iniciativas de crescimento da empresa, incluindo projetos como o MA-1100, na Unidade Monte Alegre, em Telêmaco Borba (PR), a criação da Unidade Puma, em Ortigueira (PR) e a sua recente expansão com as Máquinas de Papel 27 e 28.

Era filho de Wolff Kadischewitze Rose Hass Klabin, irmão de Israel e Daniel Klabin, também conselheiros da companhia. Armando deixa a esposa Rosa Lisboa, com quem era casado há 50 anos, e os filhos Wolff, Daniela, José e Bernardo e 11 netos.

“Em nome de todos os colaboradores Klabin, manifestamos enorme gratidão pelo exemplo de liderança, profissionalismo, empreendedorismo, imensurável compromisso e dedicação com a companhia, com o meio ambiente, com projetos sociais e com o desenvolvimento do Brasil”, diz a nota.

Klabin: legado de comprometimento com a construção de um futuro renovável, diz Firjan

A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) lamentou nesta quarta-feira, 22, o falecimento do industrial Armando Klabin, aos 88 anos, presidente do Conselho de Administração da Klabin e parte da quarta geração da família que chegou ao Brasil em 1889, vinda da Lituânia.

Armando Klabin era membro do Conselho de Representantes da Firjan desde 1995. O empresário também foi vice-presidente da federação entre 1995 e 2001 e exerceu o cargo de vice-presidente do Centro Industrial do Rio de Janeiro (Cirj) por sete mandatos não consecutivos.

“Sua atuação na representação empresarial foi marcada pela intensiva e incansável defesa da melhoria do ambiente de negócios e da competitividade das empresas brasileiras”, disse a Firjan em nota.

O presidente em exercício da Firjan, Luiz Césio Caetano, também lamentou a perda:

“Armando Klabin, um empresário visionário, deixa um legado de comprometimento com a construção de um futuro renovável. Uma grande liderança do empresariado brasileiro e que contribuiu por décadas para o fortalecimento da indústria do Rio”, afirmou.

(Com informações do Estadão Conteúdo)

Redação Suno Notícias

Compartilhe sua opinião

Manual 10 passos essenciais para se tornar um investidor de sucesso. Baixe Grátis!

Baixar agora!