KISU11 reduz dividendos em 17% em fevereiro; veja o valor por cota

O fundo imobiliário KISU11 reduziu em quase 17% o pagamento de seus dividendos em fevereiro. O valor anunciado pelo FII nesta terça-feira (31) foi de R$ 0,075 por cota, enquanto o rendimento anterior tinha sido de R$ 0,09 por cota.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Os dividendos do KISU11 serão pagos em 14 de fevereiro de 2023 aos investidores posicionados no fundo até o final da sessão de 31 de janeiro, tendo como base o exercício do mês de janeiro.

Com base na cotação de fechamento em R$ 8,10, os proventos do KISU11 correspondem um dividend yield mensal de 0,9259%.

Em 12 meses, o FII KISU11 acumula o pagamento de R$ 0,90 por cota, média de R$ 0,075 por cota. Assim, os rendimentos, que tinham chegado R$ 0,90 por cota, retornam a média anual.

Considerando os dividendos distribuídos no intervalo de 1 ano, o dividend yield anualizado do fundo KISU11 é de 11,22%, segundo o portal Status Invest.

Com base no exercício de 2022, o fundo distribuiu um total de R$ 0,89 por cota em dividendos, com uma média mensal de R$ 0,7417 por cota. Desse modo, o rendimento atual é ligeiramente maior que a média do ano passado.

Cotistas questionam decisões da gestão do KISU11

Em tese, o objetivo do KISU11 é seguir a carteira teórica do índice SUNO 30 FII, que reflete a combinação de variação de cotas de sua carteira de fundos componentes com a distribuição de rendimentos que eles fazem de forma periódica.

No entanto, parte dos cotistas do fundo vem questionando algumas decisões de investimento realizadas pela gestora Kilima.

O questionamento é de que a gestora estaria tomando decisões com “conflitos de interesse” e “fugindo da proposta inicial” de seguir o índice Suno 30.

Segundo informações do Status Invest, a gestão do KISU11 teria realizado aportes em fundos imobiliários da própria casa. Um exemplo disso é a alocação de R$ 68,8 mil no KIVO11, que faz parte da gestora e não compõe o Suno 30.

Além disso, o fundo teria aportado R$ 8 milhões no DPRO11, pertencente a Devant, que também não está no Suno 30. O DPRO11, por sua vez, tem um investimento de R$ 3,7 milhões no FII KIVO11.

Cotação do KISU11

O fundo imobiliário KISU11 terminou o ano de 2022 cotado a R$ 8,01. Até o final da sessão de ontem (1º), o preço das cotas do FII estava em R$ 7,98. Com isso, o desempenho acumulado do fundo é negativo em 0,37% em 2023.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Redação Suno Notícias

Compartilhe sua opinião