JBS (JBSS3) entra no mercado de proteína cultivada com investimento de US$ 100 mi

A JBS Global Luxembourg, controlada da JBS (JBSS3), fechou um acordo para aquisição do controle da sociedade espanhola BioTech Foods. Com isso a companhia ingressa no mercado de proteína cultivada e será a acionista majoritária da BioTech Foods.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

A operação inclui o investimento de US$ 41 milhões na construção de uma nova unidade fabril na Espanha para dar escala à produção. Além disso, em fato relevante divulgado  nessa quarta-feira (17), a JBS anunciou a implantação do primeiro Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em Biotecnologia de Alimentos e de Proteína Cultivada no Brasil.

Ao todo, a companhia destinará US$ 100 milhões às duas iniciativas, alinhadas à sua estratégia de ampliar a sua plataforma de novas formas de produção de proteína.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

A BioTech Food foi fundada em 2017 e hoje é uma das líderes no desenvolvimento de biotecnologia para a produção de proteína cultivada, que consiste na produção de alimentos a partir de células animais.

Com o investimento no Centro de Pesquisa e Produção, previsto para ser inaugurado no ano que vem, a companhia pretende desenvolver novas técnicas que aceleram os ganhos de escala e ao mesmo tempo reduzem os custos de produção da proteína cultivada.

Contudo, o fechamento da transação está sujeito à aprovação da autoridade de investimento estrangeiro na Espanha.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

Cotação da JBSS3

A ação da JBS (JBSS3) encerrou o pregão de hoje em queda de 1,73%, valendo R$ 36,35. No ano, por outro lado, o papel acumula uma alta de 57,78%, frente ao fechamento a R$ 23,04 ao final de dezembro do ano passado.

Veja também:

Ações da JBS estão desvalorizadas e devem subir, diz BB-BI

Com recordes nos resultados do terceiro trimestre de 2021 e crescimento em todas as unidades, a JBS deixou impressão positiva para os analistas do BB Investimentos. Atingindo lucro líquido de R$ 7,6 bilhões e EBITDA de R$ 13,9 bilhões, os especialistas revisaram o preço-alvo de 2022 para R$ 48,00, com potencial de valorização de 26,6% e recomendação de compra.

A revisão positiva do BBI indica que a conjuntura do setor continua favorecida pela reabertura das economias e consumo fora da residência, e aposta que as novas aquisições da JBS coloquem a empresa em um patamar de destaque com expectativa de retorno via dividendos e recompra de ações.

“Após revisarmos nossas estimativas para a empresa, observamos que as ações JBSS3 estão sendo negociadas com desconto em relação aos seus múltiplos históricos. Assim, entendemos que ainda há espaço para valorização do papel, acompanhando o crescimento do resultado esperado para o próximo ano, diante de perspectivas ainda mais otimistas para o setor”, conclui o relatório do BB Investimentos sobre a JBS.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno