JBS (JBSS3) conclui compra de ativos de margarina e maionese

JBS (JBSS3) conclui compra de ativos de margarina e maionese
JBS conclui compra de ativos de margarina e maionese através de sua controlada Seara

A JBS (JBSS3) comunicou, por meio de fato relevante divulgado nesta segunda-feira (30), que concluiu hoje a aquisição dos ativos de margarina e maionese da Bunge Alimentos, através de sua controlada Seara Alimentos.

De acordo com a JBS, a compra das unidades produtivas e de diversas marcas, entre elas Delícia, Primor e Gradina, fortalece a posição da Seara no mercado de margarinas no Brasil, além de otimizar a sua plataforma de distribuição.

Ainda segundo o fato relevante, a aquisição está em linha com a estratégia da companhia de expandir seu portfólio de produtos de maior valor agregado e com marca.

A operação foi aprovada pelo tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), sem restrições, há duas semanas. A compra já havia sido aprovada pelo órgão antitruste, porém o conselheiro Luis Braido, relator do caso, decidiu puxá-lo para o tribunal para aprofundar a análise.

Embora, o negócio deva gerar uma concentração de 30% a 40% no mercado de margarinas, o Cade entendeu que há “elevada rivalidade” nesse setor e que, com isso, a competição estaria mantida.

“As informações são suficientes para afastar preocupações concorrenciais, especialmente em relação às condições de rivalidade no mercado nacional de margarina”, disse o relator.

Lucro da JBS cresce quase 9x no 3T20

A JBS registrou um lucro líquido quase 9 vezes maior no terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, passando de R$ 356,7 milhões para R$ 3,123 bilhões, uma alta de 778,2% na comparação anual.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ajustado foi de R$ 7,9 bilhões, um aumento de de 35%. Já a receita líquida cresceu 34,3% para R$ 70,1 bilhões. No trimestre, cerca de 74% das vendas globais da empresa foram realizadas nos mercados domésticos onde atua, e 26% por meio de exportações.

Última cotação

Os papéis da JBS fecharam o pregão desta segunda-feira em alta de 0,35%, a R$ 23,15. O Ibovespa, índice de referência da Bolsa de Valores de São Paulo (B3), recuou 1,52%, cotado a 108.893,32 pontos.

(Com informações do Estadão Conteúdo)

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião