Itaú (ITUB4), JBS (JBSS3), Dasa (DASA3) chamam atenção do mercado

Enquanto o mercado esquenta os motores no segundo pregão do ano, algumas empresas devem chamar atenção dos investidores. Uma delas é o Itaú Unibanco (ITUB4), que ontem firmou acordo com a AES Brasil (AESB3) na área de energia renovável.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Além disso, a JBS concluiu uma aquisição na Austrália, enquanto a DASA concluiu a compra de uma clínica oncológica por R$ 706 milhões. Confira os destaques que devem influenciar o mercado hoje:

Itaú e AES firmam acordo

A AES Operações, subsidiária da AES Brasil, celebrou nesta segunda-feira, 3, com o Itaú Unibanco um acordo de investimentos para projetos de geração de energia renovável.

A instituição financeira subscreverá novas ações preferenciais a serem emitidas no contexto de um aumento de capital realizado pela Guaimbê Holding, na qual o banco aportará R$ 360 milhões. A operação foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no dia 16 de dezembro.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

JBS conclui aquisição na Austrália

A JBS (JBSS3) concluiu a aquisição da Rivalea, líder na criação e processamento de suínos na Austrália. Segundo a empresa, a operação fortalece a posição da JBS na Austrália, assumindo a liderança no processamento de suínos no país e adiciona marcas importantes ao portfólio, além de fortalecer a plataforma de exportação da companhia.

Dasa finaliza aquisição por R$ 706 milhões

A Dasa (DASA3) concluiu a aquisição da sociedade proprietária da clínica oncológica AMO pela cifra atualizada de R$ 760 milhões. O montante representa o valor de mercado da totalidade das ações das sociedades, acrescido de seus endividamentos, descontado o valor de seu caixa e aplicações financeiras. A transação foi anunciada em 30 de junho.

A ratificação da operação foi feita em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da companhia realizada em 27 de dezembro. No documento, a Dasa ressalta ainda que a aquisição está alinhada aos seus planos de expansão.

A empresa comprada oferece tratamento de quimioterapia, incluindo procedimentos, exames, consultas e cirúrgicas correlatas às linhas de cuidado de oncologia nos Estados da Bahia, Sergipe e Rio Grande do Norte.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

Tupy e Eletrobras

A Tupy (TUPY3) recebeu depósito em conta no montante de R$ 78,7 milhões da Eletrobras (ELET3), no âmbito de ação judicial movida contra a Eletrobras que visa a recuperação de juros e correção sobre empréstimo compulsório.

Evergrande

No front externo, a China Evergrande disse nesta terça-feira (4) que suas vendas contratadas sofreram queda de 39% em 2021, a 443,02 bilhões de yuans (US$ 69,7 bilhões). O resultado ficou bem abaixo da meta de 750 bilhões de yuans da gigante do setor imobiliário chinês, que vem enfrentando graves dificuldades financeiras há vários meses.

Em comunicado para a Bolsa de Hong Kong, a Evergrande informou também que recebeu ordem de autoridades de Danzhou, na província de Hainan, para demolir 39 prédios de um projeto local.

Sobre seus problemas de liquidez, a Evergrande disse que vai manter “comunicação de forma ativa com credores, se esforçar para superar riscos e salvaguardar os legítimos direitos e interesses de todas as partes”.

Suspensos ontem, os negócios com ações da Evergrande em Hong Kong foram retomados após a divulgação do comunicado. O papel fechou em alta de 1,26% nesta terça.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Redação Suno Notícias

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno