IPCs, PIB da China e indicadores do setor de serviços: Confira os principais eventos da semana

IPCs, PIB da China e indicadores do setor de serviços: Confira os principais eventos da semana
Foto: Pixabay

Após uma semana turbulenta com novos dados da Inflação, máxima do dólar em 30 dias e queda do Ibovespa aos 125.428 pontos – somente em quadro dias – a próxima semana que começa neste domingo (11) conta com diversas divulgações de indicadores como os principais eventos.

Há predominância de indicadores dos Estados Unidos, que deve divulgar seus índices de preços ao longo da semana, assim como outras nações e a União Europeia. Além disso, dados nacionais sobre os serviços do Brasil também serão divulgados no começo da semana, figurando dentre os principais eventos.

Na arrancada, já no domingo (11), discursa Randal Quarles, membro do Federal Reserve (Fed), ás 10h20, dando tom às discussões sobre a política monetária americana. Na quarta (14), o Livro Bege deve ser divulgado – documento que trata das condições econômicas dos 12 distritos e é publicado oito vezes ao ano.

Mas afora os Estados Unidos, a China também ocupa espaço na agenda dos principais eventos, com a divulgação do seu Produto Interno Bruto (PIB) no meio da semana.

Vale frisar que foi justamente na Ásia que veio uma decisão recente que provocou maior receio dos mercados, influenciando na queda do Ibovespa, considerando a variante do novo coronavírus.

“O mau humor nas bolsas reflete temores pela desaceleração da economia e pela disseminação da variante Delta do coronavírus, após o Japão anunciar a proibição da presença de público nos Jogos Olímpicos, além de ter decretado estado de emergência em Tóquio”, analisa a Ativa Investimentos.

Principais eventos da semana

IBC-Br

Às 9h da quarta-feira (14) será divulgado o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), que demonstra uma prévia do PIB e do crescimento econômico, sendo influente para ajustes na taxa de juros e medidas de política monetária.

A última vez que houve divulgação do índice foi em 14 de junho, reportando uma alta de 0,44%, abaixo das expectativas do mercado, de 0,55%.

O número anterior demonstrava uma queda de 1,79% ante uma previsão de 3,75% de queda.

Dados dos serviços no Brasil

Na terça-feira (13), às 9h, o indicador referente ao Crescimento do Setor de Serviços no Brasil será divulgado – tanto o acumulado mensal quanto o indicador anualizado.

A previsão do mercado é de um crescimento de 1,3% no mensal referente a maio, ante 0,7% vistos na divulgação anterior.

Já no anualizado, as expectativas são de 22,3% de alta, sendo que o número anualizado anterior era de 19,8%.

PIB chinês

Na quarta (14), a China divulgará seu PIB trimestral e anualizado, com uma expectativa de crescimento de 1,3% nos últimos três meses. Nos primeiros noventa dias do ano, o dragão asiático cresceu 0,6%, deixando o PIB anualizado em 18,3%.

Com a prévia do mercado acerca da alta trimestral, o acumulado anual, por sua vez, deve ser de 8,1%

IPCs

Além dos EUA, diversas outras nações divulgam o seu Índice de Preços ao Consumidor (IPC) ao longo da semana – o principal indicador no que tange à inflação.

Os americanos devem divulgar os seus dados na terça (13), às 9h30. A previsão do mercado é de 0,4% de crescimento no mês e de 4% de crescimento no anualizado. Os números anteriores foram de 0,7% e 3,8%, respectivamente.

Confia as nações que divulgam o IPC nesta semana:

  • Portugal (Segunda – 7h)
  • Índia (Segunda, 9h)
  • Alemanha (Terça, 3h)
  • França (Terça, 3h45)
  • EUA (Terça, 9h30)
  • Reino Unido (Quarta, 3h)
  • Espanha (Quarta, 4h)
  • Itália (Quinta, 5h)
  • Argentina (Quinta, 15h)
  • Nova Zelândia (Quinta, 19h45)
  • União Europeia (Sexta, 6h)

IPP

Um dia depois, os EUA divulgam o Índice de Preços ao Produtor (IPP), também às 9h30. O Reino Unido, por sua vez, deve divulgar o indicador em conjunto com o IPC, sendo outro indicador dentro os principais eventos da semana.

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba os destaques que irão movimentar o cenário econômico antes da abertura do mercado.

Inscreva-se