IFIX sobe pelo 2º dia seguido; XPPR11 e BRCR11 são destaques de alta

O IFIX, principal índice de fundos imobiliários da bolsa de valores brasileira (B3), terminou a sessão de hoje (16) em alta de 0,21%, aos 2.908 pontos. O índice subiu pela nona vez consecutiva e alcançou o maior patamar de pontuação desde 11 de março de 2020.

O que está acontecendo com o TORD11? Saiba mais agora!

>>Garanta já seu convite para o maior evento de FIIs do mercado

A cotação do IFIX alcançou sua máxima diária aos quase 2.911 pontos, enquanto a mínima foi de cerca de 2.902 pontos, mesmo valor de abertura. Um dos destaques de alta foi o fundo imobiliário BTG Pactual Terras Agrícolas (BTRA11), com uma valorização de 5,02%, liderando os ganhos da sessão.

Em seguida, despontou o FII BTG Pactual Corporate Office (BRCR11), com uma alta de 4,08%. Já o fundo imobiliário Átrio Reit Recebíveis Imobiliários (ARRI11) teve uma valorização de 2,39%.

Entre as maiores altas do IFIX hoje também está o fundo XP Properties (XPPR11), que subiu 2,31%, enquanto as cotas do Kinea (KFOF11) avançaram 2,29%.

Entre as quedas, se destacou o fundo imobiliário HSI Ativos Financeiros (HSAF11), que recuou 2,30%. O FII SUNO FOF (SNFF11) teve uma baixa de 2,25%, enquanto o SP Downtown (SPTW11) registrou uma desvalorização de 1,17%.

O fundo Brasil Plural Absoluto Fundo de Fundos (BPFF11) recuou 1,00%, e o Xp Industrial (XPIN11) teve uma queda de 0,98%.

Maiores altas do IFIX

Os 5 primeiros colocados entre as altas da sessão foram:

  • BTRA11: +5,02%
  • BRCR11: +4,08%
  • ARRI11: +2,39%
  • XPPR11: +2,31%
  • KFOF11: +2,29%

Maiores baixas do IFIX

Enquanto isso, as 5 maiores desvalorizações do dia foram:

  • HSAF11: -2,30%
  • SNFF11: -2,25%
  • SPTW11: -1,17%
  • BPFF11: -1,00%
  • XPIN11: -0,98%

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Fundos imobiliários que pagaram dividendos hoje

Dez fundos imobiliários pagaram dividendos durante a sessão de hoje (16). A seguir, é possível observar quais são esses FIIs e o valor pago por cota:

  1. Iridium CRI (IRIM11) – R$ 1,65
  2. RBR High Yield (RBRY11) – R$ 1,35
  3. Iridium Recebíveis Imobiliários (IRDM11) – R$ 1,33
  4. CRI Brei (IBCR11) – R$ 1,25
  5. Blue Recebíveis (BLUR11) – R$ 1,03
  6. HGI Credit (HGIC11) – R$ 1,01
  7. Caixa Agencias (CXAG11) – R$ 0,75
  8. Capitânia FoF (CPFF11) – R$ 0,60
  9. RBR Alpha (RBRF11) – R$ 0,60
  10. FoF Integral Brei (IBFF11) – R$ 0,30

Da lista, apenas quatro deles estão presentes na composição do IFIX, de acordo com a listagem no site da B3 (B3SA3). Dentre eles, o que possui o maior peso no índice é o Iridium Recebíveis Imobiliários (IRDM11), com 3,325%.

RZAK11 encerra contrato com XP no serviço de formador de mercado

O fundo imobiliário Riza Akin (RZAK11) anunciou nesta terça-feira (16) o encerramento do contrato que possuía com o formador de  mercado da XP Investimentos.

O motivo desse encerramento, conforme apontado em documento, é que a gestora do RZAK11 entende que o fundo possui atualmente “liquidez e volume de negociação estáveis e adequados para que os cotistas possam transacionar suas cotas, não mais necessitando dos serviços oferecidos por referido prestador.”

O fundo imobiliário RZAK11 havia publicado no dia 2 de junho de 2021 a contratação para a prestação de serviços de formador de mercado da XP Investimentos, contrato que se encerra a partir de então.

O RZAK11 também faz parte do IFIX, com participação de 0,419% no índice.

 

Aprenda com os melhores! Participe do maior evento presencial de Fundos Imobiliários e esteja cara a cara com os principais gestores do mercado. Clique aqui e garanta o seu lugar! Vagas limitadas

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Redação Suno Notícias

Compartilhe sua opinião