Grana na conta

Ibovespa cai aos 129 mil pontos com exterior misto; varejistas lideram as quedas, Vale (VALE3) sobe e dólar avança

O Ibovespa abriu a sessão desta sexta-feira (23) em alta, mas passou a operar no campo negativo durante a manhã. Por volta de 16h35, o índice recuava 0,65%, aos 129.400 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

O balanço da Vale do quarto trimestre e a valorização do minério de ferro em Dalian, na China contribuem para o Ibovespa. Por outro lado, os índices de Nova York perderam a força e passaram a operar mistos, impactando negativamente a bolsa brasileira. O recuo de cerca de 2% do petróleo no exterior, em meio à percepção de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) vai demorar para começar a cortar os juros, pesa nos papéis da Petrobras, também contaminando o Índice Bovespa.

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3) caem 0,39% a R$ 43,57, enquanto os papéis preferenciais (PETR4) recuam 0,09% a R$ 42,16. Já a Vale (VALE3) avança 0,62% a R$ 67,66, seguindo o minério de ferro e ainda repercutindo o balanço divulgado na noite de ontem.

A maior alta do Ibovespa é de EzTec (EZTC3), +3,13% a R$ 16,78, seguida por Weg (WEGE3), +1,52% a R$ 36,02. CSN (CSNA3) completa o top-3 com +1,20% a R$ 17,66.

Na ponta negativa, destaque para Casas Bahia (BHIA3), -5,70% a R$ 8,44. Na sequência aparecem Pão de Açúcar (PCAR3), -4,02% a R$ 3,83 e Carrefour (CRFB3), -3,74% a R$ 12,35.

Mercado em NY

As bolsas em Nova York operam mistas nesta sexta-feira, após o rali da véspera, quando os índices repercutiram o forte balanço da Nvidia (NVDC34).

Confira o desempenho do mercado em NY por volta das 12h30:

  • Dow Jones: +0,12% a 39.116 pontos
  • S&P500: +0,08% a 5.091 pontos
  • Nasdaq: -0,15% a 16.017 pontos

Maiores altas e baixas do Ibovespa

Cotação do dólar

A cotação do dólar hoje avança 0,59% a R$ 4,9897.

Hoje, o real brasileiro e demais pares emergentes se desvalorizam frente ao dólar, em dia de queda firme do petróleo e com preocupações recorrentes sobre a crise imobiliária na China.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Bolsas da Ásia sobem

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta sexta-feira (23), após Wall Street vivenciar um rali com o robusto balanço da Nvidia, fabricante de chips americana que está no centro da onda de inteligência artificial (IA).

Na China continental, os mercados ampliaram ganhos recentes, sustentados ainda também por recentes medidas de apoio de Pequim. O índice Xangai Composto subiu 0,55% hoje, a 3.004,88 pontos, ultrapassando a marca psicológica dos 3 mil pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 1,20%, a 1.669,85 pontos.

Ainda entre as bolsas asiáticas, as bolsas da Coreia do Sul e de Taiwan registraram altas modestas: o Kospi avançou 0,13% em Seul, a 2.667,70 pontos, e o taiwanês Taiex subiu 0,19%, a 18.889,19 pontos. Na contramão das bolsas asiáticas, o Hang Seng teve ligeira baixa de 0,10% em Hong Kong, a 16.725,86 pontos, interrompendo uma sequência de três sessões positivas.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul pelo segundo dia consecutivo, com ajuda do setor de tecnologia. O S&P/ASX 200 garantiu avanço de 0,43% em Sydney, a 7.643,60 pontos.

No Japão, é feriado e o Nikkei está fechado.

Bolsas europeias ainda definem rumo do dia

As bolsas europeias operam sem direção única na manhã desta sexta-feira (23), após recorde do Stoxx 600 ontem, enquanto investidores digerem mais balanços corporativos da região e dados da Alemanha.

Por volta das 6h30 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 tinha alta marginal de 0,04%, a 495,31 pontos, depois de fechar em máxima histórica no pregão anterior.

Balanços trimestrais da Europa seguem no radar. O do Standard Chartered agradou, e a ação do banco britânico saltava mais de 8% em Londres, no horário acima. Já em Frankfurt, também após resultados corporativos, as alemãs Allianz (de seguros) caía 3,5% e Basf (da área química) subia 1,3%.

Às 6h48 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,09%, a de Paris avançava 0,19% e a de Frankfurt se mantinha estável. Já a de Milão exibia alta de 0,67%, enquanto as de Madri e Lisboa caíam 0,41% e 0,15%, respectivamente.

Ibovespa na quinta-feira

O Ibovespa encerrou a sessão de ontem (22) em alta de 0,16%, aos 130.240,55 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Guilherme Serrano Silva

Compartilhe sua opinião