Ibovespa cai, mas avança 0,66% na semana; Banco do Brasil (BBAS3) recua após balanço do 4T23 e Casas Bahia (BHIA3) sobe

O Ibovespa encerrou a sessão de hoje (9) em baixa de 0,15%, aos 128.025,70 pontos. A mínima diária foi de 127.579,40 pontos, enquanto a máxima registrada foi de 128.895,67 pontos. Na semana, o índice de ações teve uma valorização de 0,66%, no que foi apenas a segunda semana positiva nas seis deste início de ano. Enquanto isso, o volume financeiro diário totalizou R$ 23,6 bilhões. No mês, o índice da B3 sobe 0,21% e, no ano, cede 4,59%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/06/Lead-Magnet-1420x240-3.png

Hoje, sem catalisadores de peso para induzir os negócios em uma direção ou outra, prevaleceu a cautela para os feriados na China, pela passagem do ano-novo lunar, e no Brasil, que manterá os mercados locais fechados até a manhã da próxima quarta-feira (14), com o carnaval.

“O mercado operou de forma lateral, digerindo os dados de inflação IPCA do dia anterior, acima do esperado, ainda que não tenham sido preocupantes a ponto de mudar a posição do Banco Central com relação à Selic. O modo foi de cautela, postura defensiva que deixou a Bolsa perto do zero a zero, na medida em que não haverá negócios nos próximos dias no Brasil, mas os mercados continuarão abertos nos Estados Unidos”, diz Felipe Moura, analista da Finacap Investimentos.

As Bolsas de Valores de Nova York encerraram o dia sem uma direção definida. Assim, como o Ibovespa, Dow Jones teve uma leve queda nesta sexta-feira (9), enquanto Nasdaq e S&P500 avançaram, com esse último renovando sua máxima histórica de fechamento.

  • Dow Jones: -0,14%, aos 38.671,30 pontos;
  • S&P500: +0,57%, aos 5.026,54 pontos (recorde);
  • Nasdaq: +1,25%, aos 15.990,66 pontos.

Dentre as ações de maior peso no índice, as ações preferenciais da Petrobras (PETR4) caíram 1,34% hoje e subiram 0,66% na semana. Já as ações ordinárias (PETR3) recuaram 1,13% nesta sessão e avançaram 0,97% na semana.

O Banco do Brasil (BBAS3), por sua vez, fechou o dia em baixa de 1,66%, após o balanço trimestral, divulgado na noite de ontem. “O lucro líquido ajustado veio relativamente alto, na casa de R$ 9,4 bilhões, e o lucro líquido contábil ficou na casa dos R$ 8,8 bilhões, em leve crescimento ano contra ano e trimestre contra trimestre”, diz Leonardo Piovesan, analista da Quantzed. “O ponto mais negativo do resultado foi o aumento do PDD provisões para devedores duvidosos – bem alto no ano contra ano -, de mais de 50%. O mercado não estava esperando isso”, acrescenta.

A Vale (VALE3), por sua vez, registrou queda de 0,44% na sessão de hoje e um desempenho negativo de 0,24% na semana.

As ações da MRV (MRVE3) foram um dos grandes destaques de alta do dia, em um movimento de recuperação de parte das perdas registradas na semana, quando chegou a registrar uma queda de 11%, conforme lembra Lucas Almeida, especialista em mercado de capitais e sócio da AVG Capital.

“A empresa sobe um dia após rebaixamento da ação pela UBS BB. Na semana, o papel chegou a se desvalorizar 11% e hoje recupera um pouco as perdas após divulgação de relatório realizado pelo Itaú BBA, que cita a ação como ‘escolha certa’ para quem quer correr risco e a ação chegou a máximas de 8% de valorização. O relatório do Itaú destacou ponto de entrada atrativo para MRVE3 após forte queda”, explicou o especialista.

Outro destaque positivo do Ibovespa hoje foi a Alpargatas (ALPA4), que avança apesar do prejuízo consolidado e dos resultados financeiros mais baixos no quarto trimestre de 2023 (4T23).

Almeida enxerga que os investidores podem estar digerindo os resultados e revisando suas projeções em relação à melhora da companhia no futuro. “Na minha visão, os investidores podem estar confiantes em uma possível melhoria nos resultados futuros da companhia”, explica.

As ações da Totvs (TOTS3) também sobem, no dia em que especialistas da XP Investimentos e BTG Pactual anunciaram relatórios destacando a consistência histórica da companhia em vários segmentos. Na percepção desses analistas, a baixa recente dos papéis da empresa pode representar uma oportunidade de compra.

Por fim, a terceira maior alta do Ibovespa foi de Casas Bahia (BHIA3), que valorizou 4,27% no pregão de hoje (9).

Já nas ações do Ibovespa que se destacaram negativamente hoje, uma delas é a Multiplan (MULT3), mesmo divulgando resultados financeiros positivos, com crescimento da receita líquida e lucro trimestral.

Lucas Almeida acredita que essa queda “pode estar refletindo preocupações dos investidores sobre a sustentabilidade desses ganhos”.

Maiores altas do Ibovespa hoje

  • Alpargatas (ALPA4): +7,48%
  • MRV (MRVE3): +6,87%
  • Casas Bahia (BHIA3): +4,27%
  • Totvs (TOTS3): +3,31%
  • Embraer (EMBR3): +2,92%

Maiores quedas do Ibovespa hoje

  • 3R Petroleum (RRRP3): -3,82%
  • Assaí (ASAI3): -3,47%
  • Multiplan (MULT3): -3,01%
  • PetroReconcavo (RECV3): -2,83%
  • São Martinho (SMTO3): -2,74%

No desempenho semanal das ações do Ibovespa, Petz (PETZ3) e Casas Bahia (BHIA3) foram os grandes destaques positivos, enquanto o destaque negativo ficou com Bradesco (BBDC4).

Maiores altas da semana

  • Petz (PETZ3): +12,42%
  • Casas Bahia (BHIA3): +8,61%
  • Carrefour (CRFB3): +7,88%
  • Eletrobras (ELET3): +7,36%
  • Ultrapar (UGPA3): +7,20%

Maiores quedas da semana

  • Bradesco PN (BBDC4): -12,14%
  • Azul (AZUL4): -11,51%
  • Cogna (COGN3): -10,45%
  • Bradesco ON (BBDC3): -9,09%
  • Hapvida (HAPV3): -8,36%

O que movimentou o Ibovespa hoje?

Para Lucas Almeida, os investidores estão cautelosos em razão do feriado de Carnaval, em um momento de menor propensão ao risco, gerando um fluxo vendedor maior neste pregão. Com isso, o Ibovespa opera em leve queda, alinhado com Vale (VALE), que cai acompanhando a baixa do minério de ferro no exterior.

A movimentação do Ibovespa hoje ocorre em meio a divulgação de novos resultados das empresas e atualizações sobre recomendações de analistas. Além disso, também foi anunciado um crescimento do volume de serviços no mês de dezembro, com alta de 0,3% na comparação com novembro, terminando 2023 com aumento de 2,3%.

Almeida diz que esse crescimento do volume de serviços parece “um sinal bom com relação à recuperação econômica aqui no Brasil”.

Ele destaca que setores como serviços de informação e comunicação e profissionais administrativos e complementares registram expansão, gerando sinais de oportunidade de crescimento nesses campos.

“Com a recuperação do volume de serviços, temos uma tendência de busca por ativos de maior risco, como ações domésticas vinculadas ao setor de serviços”, afirma o especialista.

Último fechamento do Ibovespa

O Ibovespa terminou a sessão desta quinta (8) em baixa de 1,33%, aos 128.216,92 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião