Ibovespa sobe aos 109 mil pontos com forte alta da Vale (VALE3) e expectativa pelo arcabouço fiscal

O Ibovespa terminou o pregão desta quarta (17) em alta de 1,17%, aos 109.459,95 mil pontos. Ao longo das últimas horas, o volume financeiro movimentado foi de R$ 39,5 bilhões. Um dos motivos para esse crescimento foi a valorização dos papéis da Vale (VALE3), tendo em vista a alta do minério de ferro, e as novidades em torno do arcabouço fiscal. As companhias aéreas também dispararam ao longo das últimas horas.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Em sessão positiva também em Nova York, onde os ganhos chegaram a 1,28% (Nasdaq) no fechamento do dia, o Ibovespa retomou a trajetória que havia sido interrompida ontem por moderada realização de lucros, vindo então de oito avanços seguidos.

Segundo Lucas de Caumont, estrategista de investimentos da Matriz Capital, a alta do Ibovespa hoje está alinhada com a expectativa de votação em regime de urgência do novo arcabouço fiscal.

“Os investidores seguem comprando bolsa, porém com menos volume que na semana anterior. O setor de siderurgia e mineração sobe forte com a alta do minério de ferro, que também impulsionou a alta de Vale no pregão de hoje”, destaca. O especialista também aponta para uma correção para cima dos juros futuros.

Apesar de ser um dia de alta no Ibovespa, a quantidade de papéis no positivo e no negativo está bem dividida.

Caumont reforça que o mercado monitora uma forte alta nas Bolsas dos Estados Unidos, que seguem no aguardo sobre a negociação do teto da dívida norte-americana. Confira os destaques internacionais:

  • Dow Jones: alta de 1,24%, aos 33.421,23 pontos;
  • S&P 500: avanço de 1,19%, aos 4.158,81 pontos;
  • Nasdaq: ganhos de 1,28%, aos 12.500,57 pontos;

Aqui no Brasil, o dólar à vista terminou o dia em queda de 0,17%, a R$ 4,9345.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Maiores altas e baixas do Ibovespa hoje

As companhias aéreas se destacaram no Ibovespa hoje, em especial a Azul (AZUL4). A empresa terminou o dia com alta de 14,89%, aos R$ 14,20. No início desta semana, a empresa apresentou seus números do primeiro trimestre de 2023 (1T23). Além disso, Caumont argumenta que a mudança na política de preços da Petrobras (PETR4) também pode afetar positivamente a ação da petroleira.

Porém, para a própria Petrobras, as dúvidas em torno da nova política de preços seguem altas e prejudicam os papéis da empresa. As ações PETR4 encerram o dia em queda de 2,43%. No lado negativo, o maior tombo foi protagonizado pelo IRB Brasil (IRBR3), que recuou 8,4%.

“Diferentemente de ontem, hoje a Petrobras recuou com os investidores avaliando, com cuidado, a proposta para a política de preços. Algumas casas chamam atenção para possíveis riscos quanto a eventuais prejuízos com a variação dos preços do petróleo. Por outro lado, as aéreas subiram bem: o cenário é de inflação em queda e com o governo atuando para que os preços dos combustíveis caiam, combinação perfeita para o setor”, diz Judah Nunes, especialista da Blue3 Investimentos.

Em outra frente, a perspectiva externa é amparada por alguns sinais de que os Estados Unidos estejam mais próximos a uma solução do impasse sobre o teto da dívida pública americana. Hoje, o presidente da Câmara dos Representantes, Kevin McCarthy, disse estar “mais otimista” de que um acordo venha até o fim da semana.

Na B3, além de Vale e do setor metálico, destaque também na sessão para o “movimento comprador” nas ações de varejo, com a leitura acima do esperado para as vendas do setor em março, divulgada pela manhã, observa Stefany Oliveira, head de análise de trade na Toro Investimentos.

Confira as maiores altas e baixas do Ibovespa hoje:

Ibovespa hoje: Veja a cotação desta quarta (17)

O pregão do Ibovespa desta quarta (17) terminou em alta de 1,17%, aos 109.459,95 mil pontos.

Com Estadão Conteúdo

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

Erick Matheus Nery

Compartilhe sua opinião