AGENDA

Ibovespa avança 0,41% embalado por exterior; Lojas Americanas (LAME4) dispara 10%

Ibovespa avança 0,41% embalado por exterior; Lojas Americanas (LAME4) dispara 10%
Resultados. Foto: Pixabay

O Ibovespa fechou o pregão desta terça-feira (13) em leve alta de 0,41%, a 119.297,13 pontos, acompanhando o dia positivo em Wall Street, enquanto os investidores ficavam de olho nas indefinição sobre a Lei Orçamentaria e na possível PEC do governo federal par driblar o teto de gastos.

O principal índice da bolsa brasileiro inverteu o sentido após passar a maior parte da sessão no vermelho. O Ibovespa acompanhava as movimentações nos Estados Unidos depois da Food and Drug Administration (FDA, agência reguladora sanitária americana) pausar o uso da vacina da Johnson & Johnson (JNJB34) , após relatos de casos de coagulação sanguínea.

Segundo Regis Chinchila e Heloise Sanchez, da Terra Investimentos, o mercado também ficou atento ao dado do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês). O indicador apresentou alta de 0,6% em março na comparação com fevereiro, chegando a 2,6% no acumulado de 12 meses.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

No âmbito doméstico, chamou atenção o surgimento de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) defendida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, para retirar despesas da pandemia do teto de gastos, conforme reportou o jornal O Estado de S.Paulo.

O destaque do Ibovespa hoje ficou com a Lojas Americanas (LAME4) e a B2W (BTOW3). As varejistas avançaram 10,35% e 9,00%, respectivamente, por uma retomada do crescimento de 0,6% das vendas no varejo, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), depois de duas quedas consecutivas.

“Vale lembrar que Lojas Americanas e B2W estudam o processo de fusão, que é algo bem visto pelo mercado, uma vez que não faz mais sentido operar canais físicos e digitais de forma separada, já que a omnicanalidade se mostrou um grande driver de crescimento para todas as varejistas”, segundo a Ativa Research.

Também estiveram na dianteira do índice a Cogna (COGN3), cujas ações subiram junto com outras do setor, e o Pão de Açúcar (PCAR3). O grupo chegou a liderar as altas do Ibovespa em meio a com as perspectivas de venda da Cnova mais factíveis, após comunicado do Casino. A medida pode “destravar valor” na empresa, e o UBS enxerga um upside de 140%.

A Eneva (ENEV3) liderou as perdas na outra ponta após o BTG Pactual (BPAC11) anunciar a venda da participação na companhia e que aceitaria um preço de R$ 17,25, um desconto de 5% em relação ao fechamento de segunda-feira (12), explicaram os analistas da Ativa Investimentos.

Destaques corporativos

No mundo corporativo, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) concluiu venda de debêntures perpétuas da Vale (VALE3), angariando R$ 11,5 bilhões. Os títulos haviam sido emitidos pela mineradora em sua privatização, em 1997, e pertenciam ao banco e à União.

Conforme o Estadão/Broadcast, o preço estabelecido para a venda ficou em R$ 53,50 por debênture, excluindo R$ 2,76 em dividendos que foram pagos há poucos dias. O resultado ficou abaixo das expectativas de mercado.

Última cotação do Ibovespa

De forma distinta ao Ibovespa hoje, o índice acionário encerrou as negociações na última segunda com uma alta de 0,97%, a 118.811,74 pontos.

(Com Estadão Conteúdo)

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião