Ações da Hapvida (HAPV3) despencam após empresa ser citada na CPI da Covid

Ações da Hapvida (HAPV3) despencam após empresa ser citada na CPI da Covid
Hapvida segue como uma das principais apostas do BTG para o setor de saúde - Foto: Divulgação

Os papéis da Hapvida (HAPV3) despencaram nesta quarta-feira (22), registrando queda 3,89%, negociados a R$ 14,59. O movimento ocorreu depois que a empresa de plano de saúde foi citada na sessão da CPI da Covid por Pedro Benedito Batista Júnior, diretor da Prevent Senior, que prestou depoimento hoje. Representantes da empresa podem ser intimados pelos senadores a serem interrogados em breve.

Quando Batista Júnior foi questionado pelos senadores da CPI a respeito da política de “obediência e lealdade” na Prevent Senior, Batista Júnior afirmou que a expressão era usada em 2017 por um ex-diretor da empresa, Anderson Nascimento, que hoje trabalha para a Hapvida.

A NotreDame (GNDI3), empresa que deve tentar fusão com Hapvida, também viu a queda de suas ações, com baixa de 3,88%, a R$ 79,56.

Denúncias feitas ao colegiado apontam que a operadora ocultou mortes de pacientes em estudo realizado para testar o tratamento precoce da covid-19, que não tem comprovação científica.

O diretor da Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior, disse que ex-funcionários manipularam dados de pacientes da empresa.

“Esses fatos aconteceram porque o casal George Joppert Netto e Andressa Fernandes Joppert, ex-médicos da Prevent, desligados em junho de 2020, manipularam dados de uma planilha interna, que era planilha de acompanhamento de pacientes, para tentar comprometer a operadora”, afirmou o diretor. O médico acrescentou que uma análise de provas feita pela Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS) comprovou a inexistência de infração por parte da Prevent.

Hapvida (HAPV3) vê queda de lucro líquido

Na divulgação de seus resultado no segundo trimestre, a operadora de planos de saúde lucrou, de forma líquida, R$ 104,6 milhões, valor 62,5% menor do que o apurado um ano antes.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Hapvida somou R$ 291,7 milhões, recuo de 052% ante o mesmo intervalo de 2020.

Por outro lado, a receita líquida do Hapvida atingiu R$ 2,402 bilhões no intervalo entre abril e junho, alta anual de 15,7%. A sinistralidade total atingiu 70,7% no trimestre, representando avanço de 16,2 pontos porcentuais em relação ao período em 2020. A sinistralidade caixa atingiu 66,6%, crescimento de 14,2 pontos porcentuais.

O Hapvida (HAPV3) encerrou o trimestre com posição de caixa líquido de R$ 4,9 bilhões, com índice dívida financeira líquida/Ebitda de -1,4x, ante -1,1x no mesmo trimestre do ano passado e -0,7x no primeiro trimestre deste ano.

(Com Agência Brasil)

Bruno Galvão

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!