Haddad pede apoio de Banco do Brasil (BBAS3) e outros bancos, Itaúsa (ITSA4) anuncia dividendos adicionais bilionários; veja as mais lidas da semana

A notícia mais lida da semana do Suno Notícias foi sobre o Banco do Brasil (BBAS3), Bradesco (BBDC4) e Santander (SANB11), que receberam um novo pedido de apoio de Fernando Haddad, ministro da Fazenda.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Em seguida, também se destacou entre os investidores a Taesa (TAEE11), que recuou pela 7ª semana seguida. Quais foram os assuntos que marcaram os acionistas durante o período?

Já a Itaúsa (ITSA4) anunciou um novo pagamento de dividendos adicionais, no valor de R$ 3,1 bilhões. Quando serão pagos?

Já o BTG Pactual está projetando uma valorização de 39,4% para ações da Vale (VALE3) em Nova York. Mas o que esperar dos dividendos da mineradora?

Por fim, Gerdau (GGBR4) e Metalúrgica Gerdau (GOAU4) anunciaram novos dividendos. Qual o valor?

Veja a seguir as principais notícias da semana. Para acessar as matérias de forma completa, basta acessar os links. Bom final de semana!

1.   Banco do Brasil (BBAS3), Bradesco (BBDC4) e Santander (SANB11) recebem pedido de apoio de Haddad

Os dirigentes do Banco do Brasil, Bradesco, Caixa e Santander tiveram um pedido para apoiar as novas reformas econômicas a serem realizadas pelo governo. Na sexta-feira (16), o Secretário de Reformas Econômicas do Ministério da Fazenda, Marcos Pinto, mostrou 8 projetos de lei em trâmite no Congresso Nacional.

As propostas se referem a assuntos do setor financeiro e de crédito. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, solicitou apoio dos executivos para que os projetos se desenrolassem. O encontro teve a presença do presidente da Febraban, Isaac Sidney, e também dos mais relevantes executivos dos maiores bancos do Brasil.

2.   Taesa (TAEE11) cai pela 7ª semana seguida; o que está acontecendo?

As units da Taesa (TAEE11) terminaram a sessão do dia 16 de fevereiro com uma baixa de 0,70%, a R$ 35,65. Durante aquela semana, as ações apresentaram uma performance negativa de 1,19%, recuando pela 7ª semana consecutiva.

Na ocasião, as ações da Taesa acumulavam baixa de 3,36% no mês de fevereiro. A partir da cotação final de 2023, que fora de R$ 37,72, o desempenho de 2024 era negativo em 5,49% até aquele momento.

3.   Itaúsa (ITSA4) anuncia dividendos adicionais de R$ 3,1 bilhões e 5 novas datas de pagamento; confira

O conselho de administração da Itaúsa (ITSA4) divulgou uma nova distribuição de dividendos adicionais, no montante de R$ 3,1 bilhões, relativos ao exercício de 2023. O rendimento corresponde a R$ 0,3005 por ação.

O pagamento dos dividendos da Itaúsa será realizado em 8 de março de 2024, porém somente aos acionistas comprados nas ações da companhia até o encerramento da sessão de 22 de fevereiro de 2024.

4.   Vale (VALE3): BTG projeta alta de 39,4% para ações em NY; o que esperar dos dividendos?

Em relatório, o BTG Pactual permaneceu com recomendação de compra para as ações da Vale (VALE3) listadas na Bolsa de NY, através das ADRs negociadas nos EUA. O preço-alvo colocado é de US$ 19, correspondendo a uma alta de 39,4% sobre o preço final da ação na segunda-feira (19).

Quanto aos dividendos da Vale, os especialistas veem que a empresa pode ser mais cautelosa na distribuição de proventos extraordinários, inclusive em razão da dívida da companhia, que totaliza US$ 15 bilhões. “Acreditamos que a Vale poderia limitar dividendos extraordinários no curto prazo, até que haja mais visibilidade sobre essas saídas”, diz o BTG.

5.   Gerdau (GGBR4) e Metalúrgica Gerdau (GOAU4) anunciam dividendos; veja o valor

A Gerdau (GGBR4) e a Metalúrgica Gerdau (GOAU) divulgaram uma distribuição de R$ 222,6 milhões em dividendos, dos quais R$ 175 milhões são para investidores de GGBR4, e R$ 51,6 milhões se destinam para os comprados na divisão metalúrgica.

Os dividendos da Gerdau equivalem a R$ 0,10 por ação GGBR4, que serão pagos em 12 de março, enquanto os proventos da Metalúrgica Gerdau representam R$ 0,05 por ação GOAU4, a serem distribuídos no dia 13 de março. A data de corte para ambos é em 1° de março.

Assim, do Banco do Brasil a Gerdau, essas foram as notícias mais lidas da semana do Suno Notícias.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião