Gafisa (GFSA3) lucra R$ 6,2 milhões no 3T21 e fecha no azul pela 4ª vez

Gafisa (GFSA3) lucra R$ 6,2 milhões no 3T21 e fecha no azul pela 4ª vez
Gafisa (GFAS3) - Foto: Divulgação

Sem prejuízo em um acumulado de doze meses, a Gafisa (GFSA3) obteve um lucro de R$ 6,2 milhões no terceiro trimestre de 2021, segundo resultado financeiro divulgado pela companhia nesta terça-feira (16).

Segundo o balanço da Gafisa, há uma retração de 53% em relação ao trimestre anterior, mas a última linha do balanço reverte um cenário crítico do ano anterior – quando a companhia do segmento imobiliário teve um prejuízo de R$ 56,4 milhões.

Em comparação com 2020, a receita líquida cresceu 12%, ante 36% de queda em relação ao trimestre anterior. A companhia registrou uma entrada de R$ 166,7 milhões no terceiro trimestre deste ano, ante R$ 148 milhões no ano anterior.

Já a margem bruta passou de 16,4%, de julho a setembro de 2020, para 39,7%.

“Nossa estratégia continua a mesma, focando na alta renda com produtos bem localizados e projetos diferenciados. São projetos grandes, valiosos e com alta procura”, explica o vice-presidente de operações da Gafisa Incorporadora e Construtora, Guilherme Benevides.

Balanço da Gafisa foi impulsionado por renovações no portfólio - Foto: Reprodução/Gafisa
Balanço da Gafisa foi impulsionado por renovações no portfólio – Foto: Reprodução/Gafisa

Com os últimos empreendimentos, a empresa superou o guidance de lançamentos do ano, que era de R$ 1,5 bilhão. Segundo Benevides, a Gafisa está bem estruturada para manter este ritmo de lançamentos nos próximos anos.

Até este mês, o Valor Geral de Vendas (VGV) lançado chega a R$ 1,68 bilhão, dentro da faixa estimada para este ano de R$ 1,5 bilhão a R$ 1,7 bilhão. É possível que a Gafisa ainda apresente mais algum projeto ao mercado até o fim do ano. As apostas se concentram em produtos bem localizados e com diferenciais, de acordo com Benevides.

A companhia possui banco de terrenos e projetos que indicam capacidade para lançamentos anuais na faixa entre R$ 1,5 bilhão e R$ 2 bilhões.

Rentabilidade da Gafisa foi impulsionada por ‘melhor mix’

Segundo as anotações da administração, a melhora da rentabilidade é impulsionada pela menor participação de projetos das safras antigas, menos rentáveis, e a mudança do mix de projetos, com aumento do padrão dos produtos, o que se reflete nos preços.

Se desconsideradas as vendas do Tom Delfim Moreira — onde cada apartamento custa cerca de R$ 60 milhões —, a margem bruta da Gafisa tende a se estabilizar no patamar de 33% a 35%, segundo o CEO da Gafisa Capital, Ian Andrade.

A estimativa é de que a empresa tenha um lucro de R$ 62 milhões no acumulado de 2021, o que seria o primeiro resultado anual no campo positivo para a empresa desde meados de 2015.

Ações GFSA3 sobem 1,8% no Ibovespa

Com o resultado sendo digerido pelo mercado, as ações ordinárias da Gafisa sobem 1,88% no Ibovespa, cotadas a R$ 2,17.

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO