Balanços da semana

Fundo imobiliário de cemitérios: vem aí um concorrente para o CARE11?

O fundo imobiliário CARE11, o único FII do segmento fundos de cemitérios listado na bolsa, está prestes a ter um novo “concorrente” no mercado de FIIs. Com a concessão dos cemitérios da cidade de São Paulo, 22 cemitérios da capital paulista serão administrados pela iniciativa privada. E a gestora Mérito Investimentos será a próxima a investir no segmento por meio de um novo fundo imobiliário.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

O Mérito Cemitério FII tem como premissa inicial investir na concessão de cemitérios da cidade de São Paulo. Pelo fundo, foram arrematados 35% da concessão junto ao Grupo Cortel. O FII poderá investir e administrar pelo menos cinco cemitérios do chamado Bloco 2, que entrou na concessão com uma proposta de R$ 200,2 milhões. Confira abaixo os cemitérios que serão administrados pelo consórcio:

  • Araçá
  • Dom Bosco
  • Santo Amaro
  • São Paulo
  • Vila Cachoeirinha

O novo fundo imobiliário fará os investimentos necessários e colherá os resultados com os serviços de administração nos cemitérios. Porém, o investidor pessoa física terá de esperar um pouco para investir no Mérito Cemitério FII.

Ele vai ser um fundo, inicialmente, para investidor institucional, avisa o CEO e fundador da Mérito Investimentos, Alexandre Despontin. Mas, assim que os cemitérios começarem a fazer parte dos números operacionais e o FII consiga fazer distribuição de dividendos para os cotistas, o fundo imobiliário poderá ser listado e disponível para o público geral.

Quais as diferenças do Mérito Cemitério FII e CARE11?

Para quem conhece o Brazilian Graveyard And Death Care (CARE11) e suas estratégias de atuação no mercado de cemitérios, o novo FII é diferente. O foco do CARE11 é na consolidação de ativos, acredita o CEO da Mérito. Ele compra os jazigos de diversos cemitérios e vai consolidando essas participações dentro do Grupo do qual o CARE11 é sócio.

O CEO sugere que, por esse motivo, o FII ainda não possui uma distribuição recorrente de dividendos. A última distribuição do CARE11 foi em setembro de 2021.

Já o Mérito Cemitério FII tem outra estratégia no mercado. O objetivo é focar em poucos cemitérios, com maior atenção para aqueles que estejam mais “maturados”. Além disso, o plano do novo fundo imobiliário de cemitérios é ter uma distribuição de rendimentos com recorrência.

Se por um lado o FII Brazilian Graveyard And Death Care é marcado pelos ganhos de capital, o fundo imobiliário da Mérito Investimentos pretende ter uma identidade mais associada à renda, na exploração dos seus ativos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Concessões dos cemitérios em São Paulo: uma oportunidade para os fundos imobiliários?

O modelo utilizado pela prefeitura de São Paulo para a concessão dos cemitérios inclui tanto o serviço funerário quanto a administração e revitalização dos ativos. A concessão dos cemitérios será feita por 25 anos, diz a prefeitura, e vai gerar cerca de R$ 1,2 bilhão de retorno para o município.

Esse mercado bilionário atraiu inúmeras empresas, que serão responsáveis por toda a administração dos cemitérios, incluindo manutenção, exploração e expansão. Por isso, claro, os fundos imobiliários também encararam essa oportunidade.

Além do lucro do poder público e da iniciativa privada com a administração e gestão desses negócios, o maior ganho será da população. Na visão do CEO da Mérito Investimentos, especialmente para o público de São Paulo, a concessão dos cemitérios é importante.

Com a melhora no dia a dia dos cemitérios com sua revitalização e organização nos serviços, o cidadão verá na prática os benefícios da nova administração dos ativos. Por isso, “provavelmente outras prefeituras farão as concessões nos moldes da capital paulista”, afirma o CEO.

A entrada da iniciativa privada na administração dos cemitérios pode abrir caminho para outras cidades organizarem editais semelhantes. E, com isso, “esse mercado de cemitérios deve expandir”, crava Despontin. Ou seja, novos fundos imobiliários poderão participar e investir em ativos disponíveis. Isso poderá deixar o mercado de cemitérios mais conhecido entre os investidores.

Por fim, a expectativa da gestora é de que novos players entrem nesse segmento com um possível crescimento ainda maior dos investimentos em cemitérios. O modelo de concessão de São Paulo pode ser mesmo uma porta de entrada para outros municípios. Porém, mesmo com a expansão desse mercado, ele não deve ficar tão relevante quanto os outros setores dos fundos imobiliários, mas promete ser lucrativo, acredita o CEO da Mérito Investimentos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Fundos-Imobiliarios-Desktop-1.jpg

Gustavo Bianch

Compartilhe sua opinião